Blog do ligeiro

“Último evento do ano, o 2º Open Nordeste fechará o calendário com chave de ouro”, afirma Lourival Bogéa

 

 

Em entrevista na noite da última segunda-feira, 9, aos jornalistas João Filho e Jojô de Farias, apresentadores do programa Mundo Esportivo, da rádio Nova FM (93.1 MHZ), o presidente da Federação Maranhense de Bilhar e Sinuca (FMBS), Lourival Bogéa, vice-presidente da Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca (CBBS), falou sobre “a rápida e impressionante evolução da sinuca maranhense” e também da realização do 2º Open Nordeste de Sinuca.

“Em parceria com a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB/São Luís), a FMBS iniciará o 2º Open Nordeste de Sinuca na próxima quinta-feira, 19, e encerrará no domingo, 22. Aproveitamos a oportunidade para convidar os amantes da sinuca para prestigiar o nosso ultimo evento do ano. O Open Nordeste é a competição que encerrará com chave de ouro o calendário de eventos de 2019”, disse Lourival Bogéa.

Com patrocínio do Governo do Maranhão e Grupo Mateus, por meio da Lei Estadual de Incentivo aos Esportes, o 2º Open Nordeste de Sinuca tem apoio do Jornal Pequeno, Praia Mar Hotel, Fiema, Polícia Militar/PMMA, Mar Doce, IEL, Golden Shopping, Serv Bus, Bus Transportes, Óticas Diniz e Centro Elétrico. Aberto ao público, o evento acontecerá na sede social e esportiva da AABB/São Luís, no Calhau, em São Luís/MA.

MATEUS

Durante a entrevista, Lourival Bogéa enfatizou ainda que “o Grupo Mateus é quase que o patrocinador exclusivo dos grandes eventos nacionais e da sinuca no Maranhão”, sendo complementado pelo apresentador Jojô de Farias, que afirmou: “o Mateus abraça as causas desportivas do Estado”. Na ocasião, Bogéa também parabenizou o presidente da CBBS, Pedro Rolim, “que faz um trabalho intenso para regularizar os atletas e federações”.

Questionado sobre as metas para os próximos anos, Lourival Bogéa falou que a Federação Maranhense planeja fazer um grande torneio de sinuquinha (bilharina) na Ilha de São Luís. “As etapas eliminatórias serão divididas por regiões habitacionais, sendo realizadas com a participação de atletas do próprio bairro ou região. Os dois melhores atletas de cada regional serão classificados para o campeonato principal”, explicou Lourival Bogeá.

EVOLUÇÃO

Indagado sobre o nível dos atletas maranhenses, Lourival Bogéa respondeu: “Temos o Jânio Gonçalves, que já teve colocações muito boas em eventos interestaduais, regionais e nos [Campeonatos] Brasileiros. Também já fiquei em sexto lugar num Brasileiro e fui campeão do Torneio Asbac, na Associação do Banco Central, em Brasília/DF. Hoje, os maranhenses jogam de igual para igual com os ‘feras’ de todo o país. A evolução da sinuca do Maranhão foi rápida e impressionante”, concluiu o presidente Lourival Bogéa.

Deixe uma resposta