Blog do ligeiro

Projeto do HU-UFMA leva educação em saúde a pacientes da hemodiálise

Quem disse que as sessões de hemodiálise não podem ter atividades diferenciadas para amenizar a rotina cansativa de quatro horas diárias na máquina? A equipe da Unidade do Rim do Hospital Universitário da UFMA, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (HU-UFMA/Ebserh/MEC) não mede esforços para proporcionar aos seus pacientes sessões mais acolhedoras, respeitando as limitações de cada um.

Dessa forma, iniciaram mais um projeto com foco em Educação em Saúde no qual levam informações em formato de vídeos curtos e com animações para a melhor compreensão dos pacientes acerca de diversos assuntos que influenciam no seu dia a dia, seguidos de conversas e atividades lúdicas.

Na última sexta-feira, 13, os olhinhos atentos dos pacientes infantis acompanharam o vídeo que abordava o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Logo após fizeram uma atividade também voltada para essa temática. A assistente social Gisele Pereira e a residente de serviço social, Clara Rafaela Pinheiro estavam à frente da apresentação desse dia e aproveitaram o momento para tirar as dúvidas e interagir com todos.

Maria Luísa,12, que fez hemodiálise por 2 anos, melhorou, teve alta das sessões e agora precisou retornar novamente e já está há seis meses nessa rotina de quatro horas na máquina, três vezes por semana, estava com um sorriso largo e super animada durante a atividade. Muito vaidosa, com as unhas cuidadosamente pintadas de rosa com brilho, feitas por ela mesma, fez questão de responder o exercício “ Eu gosto muito dessas atividades, o que eu mais gosto é de pintar, eu me divirto muito” afirmou.

Darlene Sousa, 29, mãe do Maurício Ricardo, 12, que já está há quase cinco anos na hemodiálise, destaca que esse tipo de ação dentro do hospital tem contribuído para o desenvolvimento do seu filho “ Antes ele tinha um pouco mais de dificuldade para aprender, hoje já percebo uma melhora, ele já desenvolve melhor as atividades, com mais rapidez. ”

A assistente social Gisele Pereira, destaca qual o objetivo desta iniciativa “ Todos nós profissionais de um jeito ou de outro estamos aqui para aprender e ensinar, principalmente por estarmos dentro de um hospital de ensino que tem como missão principal formar profissionais. Queremos discutir temas do nosso dia a dia. A nossa proposta é que cada mês alguém da equipe multiprofissional traga para discutir com os pacientes algum assunto de interesse. Dessa vez a temática foi dentro da área do serviço social que trabalha muito com os direitos dos cidadãos. ”

Desde que o projeto foi iniciado já foram abordados também os cuidados com as medicações e com a alimentação, além da realização do Cine nefro de iniciativa da terapia ocupacional e psicologia. Cerca de 130 pacientes que fazem hemodiálise independentemente da idade são beneficiados com ações como essa.

A execução dessa atividade só foi possível graças à parceria do HU-UFMA com o Instituto Alcoa que aprovou o Projeto “Utilização de mídias eletrônicas na aprendizagem de crianças, jovens e adultos em hemodiálise no Hospital Universitário da UFMA” coordenado pelo nefrologista Dyego Brito. Por meio desse projeto, que é uma extensão do “ABC Nefro” a Alcoa doou seis televisores smart, 30 tabletes, um microfone, um notebook, uma caixa de som, um data show com tela de projeção e tripé, além da reforma da sala das professoras e da coordenadora do projeto.

Os materiais serão utilizados tanto para auxiliar nas aulas do Projeto ABC Nefro quanto para esse projeto de Educação em Saúde.

Saiba mais

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), empresa pública vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Em 2013, a UFMA assinou o contrato com a Ebserh, cuja criação integra um conjunto de medidas adotadas pelo Governo Federal para a reestruturação dos hospitais vinculados às instituições federais de ensino superior.  A Ebserh passou a ser a responsável pela gestão do HU-UFMA, assumindo a coordenação e avaliação da execução das atividades do hospital; apoiando tecnicamente a elaboração de instrumentos de melhoria da gestão, além da distribuição de recursos para melhoria dos serviços prestados.

Deixe uma resposta