Blog do ligeiro

Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria de Segurança Alimentar segue combatendo a fome

A Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria de Segurança Alimentar (SEMSA) segue fortalecendo ações de solidariedade na cidade para ajudar a combater a fome. Com a arrecadação de alimentos da Campanha ‘Vacina Solidária’, coordenada pela primeira dama do município Dra. Graziela Braide, a SEMSA tem distribuído as cestas básicas para as famílias em situação de vulnerabilidade.

Desde que foi lançada pela Prefeitura de São Luís, há pouco mais de um mês, a campanha #VacinaSolidária tem tido boa adesão da população e já beneficiou quase mil famílias em situação de vulnerabilidade na capital maranhense.

“Eu fico feliz em ver como o ludovicense abraçou essa causa. Estamos unidos para combater a Covi-19 e a fome. A campanha que tem a coordenação da nossa primeira, Dra. Graziela Braide, tem levado esperança para várias famílias. Parabéns ao prefeito Eduardo Braide. E toda a minha gratidão a todos que já doaram alimentos. E fica meu pedido! Você que vai se vacinar, se proteger, aproveite essa oportunidade para também fazer o bem. Ao procurar os pontos de vacinação da Prefeitura de São Luís, leve também um alimento para ajudar as famílias que estão necessitadas, perderam o emprego e precisam dessa ajuda. Fazer o bem, faz bem! Olha, a solidariedade gera energia positiva que vai ajudar na sua saúde”, destaca o secretário Junior Vieira, titular da Semsa.

As cestas doadas já beneficiaram várias comunidades. As famílias recebem cestas completas com: arroz, açúcar, feijão, café, macarrão, leite, flocão de milho, biscoito e óleo de cozinha.

A campanha prossegue até o final da vacinação e as doações podem ser feitas no Drive-Thru da Universidade Federal do Maranhão (UFMA); no Drive-Thru do Espaço Reserva, ao lado do Shopping da Ilha; no Centro Municipal de Vacinação, no Multicenter Sebrae; e no Centro de Convenções da UFMA, e pode ser feita das 8h às 18h, por quem for a estes locais receber a primeira ou segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Deixe uma resposta