Blog do ligeiro

Prefeito de Ribamar anuncia Auxílio de R$ 105 reais e diz que cabos-eleitorais serão responsáveis por cadastrar famílias

 

 
No registro, a presidente da Câmara, Francimar, os dois cabos-eleitorais que o prefeito anunciou como responsáveis por escolher as famílias que receberão o benefício, Julinho e Júlio Filho, pré-candidato a deputado, distribuem, sem qualquer critério, cestas do Governo do Estado

O prefeito do município de São José de Ribamar anunciou neste sábado (10), durante reunião na comunidade Cidade Alta, que criará um programa municipal no valor de R$ 105 reais, com duração de seis meses, podendo ser estendido até um ano.

Ao anunciar o programa, Julinho disse que dois cabos-eleitorais seus ficarão responsáveis por escolher as famílias que deverão receber o benefício. “Com esse valor vocês poderão comprar o gás e ainda sobra um restante para outras coisinhas. Aqui na Cidade Alta, vocês deverão procurar a Neta, que é minha amiga e o Fernando da Matinha, eles dois que ficarão responsáveis por fazer o cadastro das famílias”, disse o prefeito, que estava acompanhado de seu filho, Júlio Filho, pré-candidato a deputado estadual.

Após o prefeito revelar a intenção em cometer crime contra a administração pública, o jornalista Guilherme Mulato, que mantém forte atuação política em São José de Ribamar, e estava no local junto com os moradores, alertou o prefeito para o ilícito.

“Prefeito, o senhor está indicando dois cabos-eleitorais seus para cadastrar famílias que receberão um benefício da Prefeitura. Eles são servidores públicos? Estão capacitados para essa função? Como todos nós aqui da comunidade sabemos que eles são apenas seus cabos-eleitorais, preciso alertá-lo que isso é crime e está tipificado no artigo 328 do Código Penal, com pena prevista de detenção de três meses a dois anos. Minha sugestão é que no edital, a prefeitura use o CadÚnico como referência ou crie mecanismos através da Secretaria de Assistência Social, que é comandada por sua esposa, para que o ribamarense possa pleitear esse beneficio sem se sujeitar aos seus cabos-eleitorais.” Disse Guilherme Mulato.

Nas redes sociais, Guilherme Mulato voltou a falar do episódio e alertou a sociedade ribamarense para ficar atenta com essa situação em outros bairros.

“Alerto os cidadãos a denunciarem ao Ministério Público caso o prefeito insista em colocar cabos-eleitorais que não são servidores da administração pública para realizar tal cadastro”, disse.

Pré-campanha com cestas básicas do Governo do Estado

Após a reunião, o prefeito e seu filho, Júlio Filho (PL), junto com os dois cabos-eleitorais e a presidente da Câmara, Francimar Jacintho, distribuíram cerca de 100 cestas básicas, todas com a logomarca do Governo do Estado do Maranhão. Não houve qualquer critério para a distribuição das cestas.

Deixe uma resposta