Blog do ligeiro

Polícia Federal de ‘boca aberta’ esperando Lidiane


Será que a prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite (PP), deve se
apresentar nesta quinta-feira, 27, na sede da Polícia Federal do
Maranhão? Isso porque a ministra Maria Thereza de Assis Moura, do
Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de habeas corpus da gestora. 
Ela está foragida desde quinta-feira passada, 20, quando foi decretada
sua prisão preventiva em desdobramentos da Operação Éden, que investiga
fraudes em licitações, desvio de dinheiro da merenda escolar e
transferências bancárias irregulares.
Prefeita Lidiane Leite
A defesa da prefeita, que é feita pelo advogado Carlos Sérgio de
Carvalho, protocolou desde a última terça-feira, 25, pedido de habeas
corpus, solicitando a revogação da prisão preventiva da prefeita ao STJ.
A estratégia pretendida era avaliar o melhor momento para que ela
preste seu depoimento à Polícia Federal.
“Vamos apresentá-la o mais rápido possível, pois ela se considera
injustiçada e nós entendemos que não há elementos para o pedido de
prisão preventiva, mas a ministra entendeu de outra maneira. Agora nos
resta acatar a decisão e traçar a melhor estratégia”, disse o advogado.
Caso Lidiane permaneça foragida e não se apresente no município de Bom
Jardim até o próximo domingo,30, ela pode perder o mandato, pois a
legislação municipal vigente não permite afastamento do prefeito por um
período superior a 10 dias.
Quem deve ser empossado no cargo é a vice-prefeita Malrinete Gralhada (PMDB).

Deixe uma resposta