Blog do ligeiro

PMDB segue indefinido para a disputa eleitoral de São Luís

pmdb
Após a saída do presidente do diretório municipal de São Luís, o deputado estadual Roberto Costa, que transferiu seu domicílio eleitoral para Bacabal, o PMDB da capital maranhense deverá formar uma comissão nos próximos dias para dar início a escolha do novo presidente da legenda.
A comissão do PMDB deverá ser composta pelo senador João Alberto, pelos vereadores Fábio Câmara e Helena Duailibe, e pelos militantes André Campos e Enoc Vieira.
O vereador Fábio Câmara, vice­presidente municipal, defende que ele assuma o partido em São Luís. “Como eu ocupo hoje a vice­presidência, natural e estatutariamente, eu deverei ocupar a presidência. Vale ressaltar, ainda, que, por entendimento do presidente estadual do partido, essa promoção natural pode ser alterada e uma nova eleição, a seu querer, pode ser convocada e feita, perspectiva que eu não vislumbro”, declarou.
Indefinição – Sendo um dos partidos mais assediados para a eleição de 2016, o PMDB segue indefinido e com quatro caminhos a tomar. O primeiro, mas mais remoto, seria partir para uma candidatura própria. O segundo caminho seria o apoiamento a uma candidatura de outro partido, nesse caso seriam três possibilidades.
Alguns peemedebistas, entre eles o próprio Fábio Câmara, defendem apoiar a candidatura do ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB). Outros peemedebistas vão trabalhando para um apoio a candidatura da deputada federal Eliziane Gama, agora na REDE.
Outros peemedebistas, entre eles Roberto Costa, trabalham e defendem uma aliança com o prefeito Edivaldo Júnior (PDT). O principal impasse nesse caso seria o nome do partido a ocupar o cargo de candidato a vice-prefeito. O nome que vai sendo trabalhado é o da vereadora e secretária de Saúde, Helena Dualibe.
A decisão, obviamente, passará pelo novo comando do PMDB em São Luís. Só resta agora aguardar e conferir.

Deixe uma resposta