Blog do ligeiro

Planalto prepara ‘plano B’ para cenário de desembarque do PMDB

Por Gerson Camaroti



O Palácio do Planalto jogou a toalha em relação ao PMDB e já trabalha com um plano B para tentar barrar o impeachment. Na avaliação de integrantes da articulação política, a gota d’água foi o desembarque do PMDB do Rio de Janeiro.Com esse cenário, a ordem no Planalto foi de usar os cargos do PMDB para negociar no balcão com deputados. A estratégia é oferecer cargos importantes, como o comando da Funasa, e até mesmo ministérios que ficarão vagos para conseguir votos suficientes na Câmara dos Deputados.“Vamos tentar fazer de um limão, uma limonada. O PMDB tem sete ministérios e dezenas de cargos importantes. Com isso, vai ser possível negociar individualmente com os deputados de outros partidos”, observou um integrante da articulação política do governo.Cálculo realista feito no Planalto indica um piso de 130 votos na Câmara. O governo precisa assegurar pelo menos 171 votos para barrar o impeachment de forma segura. Na avaliação do governo, não é mais possível negociar partidos inteiros, ou mesmo, grupo de parlamentares.“Já iniciamos um mapeamento. E vamos usar esse espólio do PMDB para resolver o impeachment. Tem partido que só tem um ministério e já garante votos. Já que o PMDB decidiu desembarcar, vamos distribuir esses cargos e tentar reverter a situação”, reforçou esse articulador político.

Deixe uma resposta