Blog do ligeiro

Othelino e Edivaldo dialogam sobre projetos políticos futuros

O deputado estadual Othelino Neto (PC do B), presidente da Assembleia Legislativa, e o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), reuniram-se ontem, oportunidade na qual dialogaram sobre temas diversos, tais como a chegada da vacina contra a Covid no Maranhão e projetos políticos futuros.

“Tivemos uma conversa muito proveitosa, na qual também pudemos falar sobre o atual momento em que vivemos com a chegada da vacina contra a Covid-19 e, ainda, sobre o atual cenário político e de projetos futuros para o Maranhão, que sempre são pautas de nossos encontros”, disse Othelino.

A reaparição de Edivaldo, que deixou a Prefeitura no dia 01, movimentou os bastidores políticos.

O pedetista, ao contrário do que se imaginava, dá indicativos de que, ao invés de recolher-se por um certo período, evitando, desta forma, especulações acerca do seu futuro político, preferirá manter sua imagem mais do que lúcida e presente no imaginário do eleitor.

Sobre o futuro de Edivaldo, vários são os cenários/especulações propostos.

Alguns analistas apostam que ele deva retornar à administração pública, desta vez assumindo uma Secretaria no governo Flávio Dino (PC do B), de quem é aliado e amigo pessoal.

Outros acreditam que o ex-prefeito optará por não assumir nenhum cargo, criando, no entanto, uma agenda política permanente que fortaleça sua imagem para o pleito de 2022.

Vale destacar que o senador Weverton Rocha, presidente estadual do PDT, em recente declaração, afirmou que Edivaldo pode ser o nome do partido de Leonel Brizola para concorrer à sucessão de Dino.

Segundo Rocha, o nome de Edivaldo, além de ser muito bem avaliado perante o eleitorado da capital, proporcionaria uma espécie de consenso entre o seu grupo e o do vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), que é pré-candidato ao governo.

Já Othelino, é praticamente certo que o parlamentar, em 2022, dispute um cargo na esfera federal.

Basta aguardar para se confirmar se concorrerá à deputado federal ou senador. Esta decisão, claro, dependerá de inúmeros fatores, dentre eles a decisão do próprio Flávio Dino acerca do seu futuro.

Deixe uma resposta