Blog do ligeiro

LBF: Maranhão Basquete derrota o Sampaio no Castelinho



Já classificados para os playoffs, Maranhão Basquete e Sampaio Corrêa Basquete protagonizaram um clássico de tirar o fôlego na LBF CAIXA. No Ginásio Castelinho, em São Luís (MA), as duas equipes firmaram um duelo muito equilibrado até o minuto final, porém o Maranhão levou a melhor nos instantes finais e saiu de quadra com triunfo pelo placar de 85 a 77.
A Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) é uma competição que conta com o patrocínio master da CAIXA, e possui o apoio da Spalding, da Liga Nacional de Basquete (LNB) e do Ministério do Esporte.
Põe na conta: Com a vitória, o Maranhão agora possui campanha de oito vitórias em 19 partidas disputadas na LBF CAIXA (42,1% de aproveitamento). Já Sampaio Corrêa também disputou 19 jogos no campeonato nacional, porém triunfou por 14 vezes (73,6% de aproveitamento).
Acabou o sonho: O Sampaio Corrêa entrou em quadra buscando a liderança, porém com a derrota o sonho acabou. Mesmo que vença Maranhão na próxima partida, qualquer combinação de resultado no confronto direto entre Corinthians e América de Recife deixa uma das duas equipes na ponta da tabela de classificação da LBF CAIXA.
Já garantido: Mesmo com a vitória, a situação do Maranhão na tabela de classificação da LBF CAIXA não mudou. Já garantido nos playoffs, o time maranhense entrou em quadra com a 4ª colocação definida na primeira fase do campeonato nacional.
Clássico é clássico: O duelo entre as duas equipes que representam o Estado do Maranhão na LBF CAIXA foi muito disputado durante os dois primeiros quartos. Mesmo com o Maranhão levando certa vantagem, o Sampaio Corrêa não deixou que seu rival abrisse vantagem no placar e a 1ª etapa terminou com o placar acirrado (37 a 35).
Muito acirrado: Depois de todo o equilíbrio da primeira etapa, a história se repetiu no 3º período. Porém, já na metade do quarto derradeiro, o Sampaio Corrêa conseguiu abrir cinco pontos de vantagem no placar (73 a 68), mas logo o Maranhão se recuperou, empatou o placar e a partida seguiu aberta.
Momento chave: Já dentro dos últimos dois minutos de jogo e com o placar empatado, o Maranhão contou com cinco pontos seguidos da armadora cubana Casanova, abriu importante vantagem no placar (81 a 76) e saiu de quadra com o suado resultado positivo.
Nome do jogo: Com atuação importante no final do jogo e dona de 22 pontos, quatro assistências e três rebotes, a armadora Ineides Casanova foi a grande protagonista da vitória do Maranhão.
Também ajudou: Compatriota de Casanova, a pivô Clenia Noblet saiu de quadra com expressivo duplo-duplo de 15 pontos e 16 rebotes, e também foi peça fundamental para sua equipe vencer.
Bem que tentou: Pelo lado do Sampaio Corrêa, destaque para a ala Iziane, dona de 24 pontos, quatro rebotes e quatro assistências, e para a pivô Nádia, que fechou a partida com duplo-duplo de 17 pontos e 14 rebotes.
Deu o troco: Depois de sair de quadra com derrota nos dois primeiros clássicos contra o Sampaio Corrêa, o time comandado pelo técnico Carlos Lima deu “o troco” e fechou o jogo com sua primeira vitória no clássico maranhense.
Números comprovam: Um dos grandes fatores da vitória emocionante do Maranhão foi a atuação coletiva. Ao todo, o time do técnico Carlos Lima contou com cinco atletas com dez ou mais pontos anotados na partida desta noite.
E agora: Depois de protagonizarem um clássico de tirar o fôlego, Maranhão e Sampaio Corrêa voltam a se enfrentar na LBF CAIXA nesta quinta-feira (31/03), às 20 horas (de Brasília), novamente no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA).

Deixe uma resposta