Blog do ligeiro

Jornalismo de luto: Profissionais de Comunicação da Câmara lamentam morte de Alterê Bernadino

Profissionais que fazem parte do Comitê da Casa Legislativa e conviveram diariamente com ele, lamentaram a morte precoce de Alterê Bernardino Nunes, na noite desta segunda-feira (02).
Para o diretor de Comunicação do Parlamento, Gláucio Ericeira, a casa perde um importante profissional. “Perdemos quem se dedicou a esta Casa um pouco mais de 40 anos. Sempre chegava cedo e produzia. Neste momento de dor, me solidarizo com os familiares e amigos.”, destacou o diretor.
O jornalista Davi Max, disse que a casa perdeu um grande comunicador. “A Câmara de São Luís, perde hoje, um grande jornalista, estamos de luto. Minha solidariedade à família e aos amigos”, disse.
O comunicador Flavio Chocolate também lamentou a morte de Alterê. “Muito triste com essa perda. A gente se dava super bem, ele sempre me tratou com respeito e carinho e eu fui recíproco com ele. Embora comentava com alguns amigos que ele estava bem debilitado. Mas sempre com sorriso no rosto”, disse.
A jornalista Tamara Santos, destacou o seu profissionalismo e dedicação. “Ele sabia como ninguém construir um texto e ter o feeler político das coisas. Morreu fazendo o que mais gostava, escrever e escrever, sempre com excelência”, declarou.
Para a jornalista Itamargarethe Corrêa Lima, o jornalismo perdeu um grande profissional. “O jornalismo maranhense perde um grande profissional, em especial, a Câmara Municipal de São Luís, que durante quase 40 anos contou com trabalho e dedicação do agora saudoso Tererê, carinhosamente chamado pelos mais próximos. Obrigada pela convivência. Sempre será um grande profissional”, disse.
A radialista Verislene Alves também lamentou a morte do colega de serviço. “Dia muito triste, perdemos um grande jornalista. Alterê se destacava pelo seu profissionalismo. Meus sentimentos aos amigos e familiares”, disse emocionada.
CARREIRA
Alteré Bernardino iniciou sua carreira profissional nos primeiros anos da década de 80, quando foi contratado como repórter do extinto jornal “Diário do Povo”. Ele ainda teve passagens por vários jornais e revistas da capital maranhense.
Na Câmara Municipal de São Luís, Alteré Bernardino ingressou no ano de 1984, trabalhando sempre no setor de Comunicação, onde exerceu o cago de direção por duas oportunidades, quando o então vereador Manoel Ribeiro presidiu o parlamento. Já na Assembleia Legislativa teve marcante atuação como diretor adjunto da Casa, ao lado do jornalista e radialista Lauro Leite, que exercia a função de diretor de Comunicação.

Deixe uma resposta