Blog do ligeiro

IFMA oferta 800 vagas em cursos a Distância de Auxiliar e Geoprocessamento e Edição de Vídeo

 

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) divulgou o edital com 800 vagas para os cursos de qualificação profissional de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Auxiliar de Geoprocessamento e Edição de Vídeo, na modalidade a distância. As inscrições são gratuitas, no site do IFMA, e vão até 25 de junho. A oferta faz parte de pactuação da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica para oferta de cursos na modalidade de Educação a Distância (EaD) durante o estado de calamidade pública da Covid-19.

Edital e inscrições

São 400 vagas para o curso de Auxiliar de Geoprocessamento e 400 para o Edição de Vídeo. O Processo Seletivo será realizado por sorteio eletrônico. Do total das vagas, serão reservadas 5 % para pessoas com deficiência; 5 % para indígenas; e 20% para cotas raciais. Os candidatos devem ter, no mínimo, 15 anos; possuir, no mínimo, o Ensino Fundamental II (para o Curso de Edição de Vídeo); e possuir, no mínimo, o Ensino Médio Completo (para o Curso de Auxiliar em Geoprocessamento).

Os cursos serão ministrados com carga horária de 160h horas e 100% on-line. As aulas devem ser iniciadas no dia 30 de junho e vão até dezembro. O Curso de Auxiliar de Geoprocessamento é oferecido pelo IFMA Campus São Luís-Monte Castelo, já o de Edição de Vídeo é ofertado pelo Centro de Referência Tecnológica (CERTEC) do IFMA.

A diretora do CERTEC, Simone Santos, destacou que os cursos oferecidos são demandas emergentes da sociedade no contexto provocado pela pandemia de Covid-19. “O curso de geoprocessamento tem como alvo pessoas que tenham concluído o ensino médio e é uma área que é voltada para o profissional que vai atuar com processamento de imagens, GPS, em áreas diversas como saúde, meio ambiente. O campo de atuação é múltiplo. Já o profissional que vai atuar com edição de imagens no atual contexto também tem um campo de atuação diverso, em áreas de relevância no cenário atual e futuro provocado pela pandemia”, disse.

Deixe uma resposta