Blog do ligeiro

Flávio Dino dialoga com aliados e encaminha indicação de Marcelo Tavares ao TCE-MA

Faltando menos de sete meses para indicação do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, que substituirá o atual presidente Nonato Lago, o governador Flávio Dino (PCdoB), já conversa com aliados e encaminha a indicação de Marcelo Tavares (PSB), para ocupar a função técnica. Vale destacar, que o chefe da Casa Civil para garantir a vaga, precisa passar por uma sabatina na Assembleia Legislativa e logo em seguida seu nome será apreciado pelo plenário, necessitando obter maioria absoluta, ou seja, 21 votos mais 1.

Nonato Lago completa 75 anos – aposentadoria compulsória – no dia 8 de setembro de 2021, e a partir daí começa o processo para indicação de um substituto. Caso se confirme, a indicação de Marcelo Tavares, encerra a especulação quanto ao nome do vice-governador Carlos Brandão para a vaga do TCE, apesar do mesmo já ter dito que não tem interesse no cargo.

Marcelo Tavares guarda com muita expectativa a indicação. O atual chefe da Casa Civil tem um histórico robusto na vida política maranhense, sendo eleito deputado estadual pela primeira vez em 1994, o mais jovem daquela época.

Em 2006 voltou a se eleger deputado estadual, após ter coordenado a campanha de Zé Reinaldo Tavares a governador em 2002. Se reelegeu em 2010, já em 2014 optou por coordenar a campanha de Flávio Dino (PCdoB). Em 2018, voltou a se eleger, porém assumiu a Casa Civil e não chegou a exercer o mandato.

Marcelo Tavares foi presidente da Assembleia Legislativa entre 2009 e 2011.

Curiosamente a indicação de Marcelo Tavares ao TCE, pode coincidir com seu aniversário de 50 anos, que ocorrerá no dia 20 de setembro. Portanto, ele poderá ficar na função de conselheiro por 25 anos, o equivalente a mais de 6 mandatos de deputado estadual.

Como conselheiro do TCE/MA, Marcelo Tavares passará a ter o salário de R$ 35.462,28, bem superior aos valores pagos pela função de deputado estadual e muito maior que o de chefe da Casa Civil.

Deixe uma resposta