Blog do ligeiro

Escutec: Jota Pinto lidera disputa pela Prefeitura de São José de Ribamar

Faltando menos de um ano para as eleições municipais, algumas cidades importantes do Maranhão já apresentam um diagnóstico mais detalhado e que mostra favoritos e rejeitados.

É o caso de São José de Ribamar, terceiro maior município do estado em número de habitantes e que caminha para quebrar uma hegemonia feudal estabelecida desde 2005.

Pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto Escutec, cujos números foram obtidos pelo editor do Blog, revela que o ex-deputado Jota Pinto (Patriotas) lidera, com folga, a disputa pela Prefeitura da cidade do Santo Padroeiro.

Três cenários estimulados foram apresentados e, em todos, Jota vence a eleição. Os cenários não levaram em consideração o nome do ex-prefeito Júlio Matos, uma vez que o mesmo deverá não concorrer devido ao fato de ainda estar inelegível.

No primeiro cenário, no qual Jota Pinto disputa com o atual prefeito Eudes Sampaio (PTB), o ex-deputado obteve 36,1% da preferência do eleitorado ribamarense.

Sampaio cravou 21,2%. Nenhum deles 26,8% e não souberam ou não responderam 15,9%.

No segundo cenário, no qual Jota disputa com Eudes e o vereador Nonato Lima (PDT), o resultado foi o seguinte: o pré-candidato do Patriotas obteve 31% das intenções de voto. Lima 16,4% e o atual prefeito 16%. Nenhum deles 22,5% e 14,1% não souberam ou não responderam.

No terceiro cenário, no qual foram inseridos mais dois nomes de pré-candidatos, Jota cravou 26,1% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Beto das Vilas (PV), com 18,5%. Eudes Sampaio marcou 13,1%; seguido por Nonato Lima (9,2%); e pelo advogado Edson Júnior (MDB), que marcou 3,6%. Nenhum deles 15,7% e não souberam ou não responderam 13,8%.

Rejeitado – O levantamento também mensurou o nível de satisfação do eleitor de São José de Ribamar para com a gestão de Eudes Sampaio.

67,4% dos entrevistados afirmaram desaprovar o governo do cearense, que assumiu o comando do município, este ano, após o economista Luis Fernando Silva renunciar ao cargo pela segunda vez – devido a uma pressão popular jamais registrada na cidade – para se abrigar no governo Flávio Dino (PC do B).

24,2% disseram aprovar a gestão e 8,4% não souberam ou não responderam.

A desaprovação avassaladora de Sampaio deixa cristalino que ele e Luis Fernando, seu principal aliado, caminham, a passos largos, para sofrer uma derrota fragorosa.

A pesquisa Escutec foi realizada no período compreendido entre os dias 13 a 17 de outubro. Entrevistou 801 ribamarenses, de várias regiões do município, e tem margem de erro de 3,45%, para mais ou para menos.

Abaixo, veja os gráficos:

Deixe uma resposta