Blog do ligeiro

Erlanio Xavier repudia interferência do governo nas eleições da Famem

O prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier, reagiu à interferência do Palácio dos Leões na disputa pela presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão. Segundo o ex-presidente da Famem, o governador interino Carlos Brandão deveria focar nos problemas do Maranhão e deixar que os prefeitos façam sua escolha.

“Nossa candidatura é dos prefeitos e das prefeitas, do municipalismo. Não é uma candidatura de partido, nem de líder político. Meu líder do partido é o senador Weverton, que enquanto está em férias, Josimar do Maranhãozinho e o vice-governador Carlos Brandão estão fazendo campanha. Quero lembrar que a campanha da Famem é dos prefeitos”, ressalto o ex-presidente da Famem que concorre à reeleição.
A insatisfação do prefeito Erlanio Xavier foi manifestada durante entrevista à TV Mirante nesta quarta-feira, 6, quando se encerra o período de inscrição das chapas que concorreram à diretoria da instituição. Erlanio vai registra a chapa “Sálvio Dino – Municipalismo na prática”, que tem como vice-presidente o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, para concorrer na eleição marcada para o dia 14, presencialmente, na sede da Famem em São Luís.
Na entrevista, o ex-presidente da Famem destacou o papel da entidade no atendimento às prefeituras em dois momentos graves: no período das enchentes e desde que se instalou a pandemia no mundo.
Segundo relatou o prefeito, mais de R$ 3 milhões foram empregados pela entidade na aquisição de insumos em um momento de grandes dificuldades para obtenção dos produtos de EPIs. Erlanio Xavier citou o município de Caxias entre os atendidos pela ação de assistência da Famem. Estes recursos foram suplementados com a parceria de empresas e apoio da bancada parlamentar estadual e federal.
O prefeito citou ainda a parceria com o governador Flávio Dino no enfrentamento do momento de gravidade da pandemia. “Todos os dias falava com o governador Flávio Dino para buscarmos soluções para os municípios que estavam carentes de assistência”, ressaltou.
Na sua plataforma de propostas para o segundo mandato como gestor da Famem, Erlanio se comprometeu em construir a sede da entidade. Em mais de 34 anos de existência, a Famem conquistou a adesão de quase todos os 217 municípios maranhenses, demonstrando nacionalmente a coesão do movimento municipalista no estado.

Deixe uma resposta