Blog do ligeiro

Em entrevista à TV Mirante, Rubens detalha ações do governo no combate a pandemia e analisa o cenário político para 2022

Em entrevista ao Programa Bom dia Mirante desta segunda-feira (22), o secretário Estadual de Articulação Política (Secap), Rubens Jr, falou sobre as ações do Governo no combate à pandemia e detalhou as ações que tem encabeçado na Secretaria e dos questionamentos a respeito das eleições do próximo ano.

À frente da Secap desde o início deste ano, Rubens foi questionado sobre a a possibilidade de  interferências políticas no processo de distribuição das vacinas e do relacionamento entre estado e prefeituras municipais.  “A única coisa que precisamos olhar é para as vidas que precisam ser salvas. Na hora das distribuições das vacinas não olhamos filiação do prefeito ou se ele é aliado ou não do governador. Inclusive o nível de maturidade política na relação do estado com as prefeituras é louvável, o  governo do estado não faz  nenhuma diferenciação entre  217 prefeitos, pode haver divergência de método no combate local à pandemia, mas cada município tem a sua autonomia”, argumentou.

Ele também lembrou do tempo recorde de distribuição das primeiras vacinas em todo o Maranhão, graças em parte, à estratégia regional organização pela Secap. ” O combate à pandemia não é uma tarefa apenas da secretaria de saúde, pelo contrário, tem uma força-tarefa do governo, a Articulação Política, por exemplo, tem ajudado nas distribuições das vacinas, nós temos 32 superintendências no estado e estamos em todas as regiões, garantindo celeridade na entrega. Quando a primeiras vacinas chegaram, distribuímos em 36 horas, um tempo recorde”.

Promunicipios

O secretário tem se aproximado cada vez mais dos gestores municipais, encabeçando um Programa importante com um propósito inovador e inédito no estado; qualificar e melhorar por meio de assistência técnica a gestão dos 217 prefeitos do Maranhão.  Esse relacionamento com os gestores também ajudará em outras pautas como por exemplo, o processo logístico e de informatização vacinal no estado.

“Dois terços dos prefeitos do Maranhão são novos e a missão da Secretaria de Articulação Política é garantir capacitação, assistência técnica e uniformização de conhecimento e informação para que todos possam governar e governar bem. Além disso, já fizemos reuniões com equipes técnicas dos municípios para alavancar a porcentagem de vacinação e uma possibilidade para melhorar esse índice já foi anunciada pelo governador Flávio Dino, que pretende contratar mais técnicos de enfermagem e um profissional que registre esses números de vacinas nas cidades. O objetivo é informatizar e melhorar ainda mais esse processo”, garantiu.

Eleições 2022

Questionado sobre as expectativas para as eleições 2022 para o governo do estado, Rubens disse que é um soldado do grupo e que está à disposição para servir a população maranhense, tanto na condição de candidato a deputado federal, como   à frente da articulação política e que a oposição torce para a cisão do grupo do governador, já que não tem nenhum nome escolhido. “Hoje a oposição a nós não tem sequer um nome a apresentar, está torcendo para que nosso grupo se divida. Eu tenho maturidade suficiente para não embarcar nessa tentativa de cisão por parte da oposição e trabalhar por essa unidade, que tenho certeza, é o melhor para a população”, explicou.

“A escolha do candidato deve ouvir a sociedade. O mais importante é saber quem tem condições de garantir uma continuidade a um governo que melhore a vida das pessoas, quem mostrar que tem que condição de fazer um governo voltado para a população será o nosso candidato e vencerá a eleição”, finalizou.

Deixe uma resposta