Blog do ligeiro

Deputado Wellington participa de Assembleia Geral do Sindicato dos Policiais



 
 
Na tarde desta sexta-feira (11), o
deputado estadual Wellington do Curso (PPS) participou de Assembleia
Geral com policiais civis e membros do Sindicato da categoria. Também
esteve presente o deputado estadual Junior Verde (PRB). A Assembleia
aconteceu no auditório da Associação Comercial do Maranhão e discutiu
sobre o posicionamento do Governo do Estado de não fornecer tabelas
remuneratórias escalonadas, a fim de amenizar o “abismo salarial” entre
os cargos da Polícia Civil.
Na ocasião, Wellington, que desde o mês
de agosto sugeriu que o governador encaminhasse as tabelas
remuneratórias, enfatizou seu apoio aos servidores públicos do Estado e,
em específico, à defesa incondicional da Segurança Pública do Maranhão.
“Por saber da importância da função
desempenhada pela Polícia Civil e ante o indicativo de greve, solicitei,
no dia 25 de agosto, que o Governador do Maranhão estabelecesse o
diálogo com a Polícia Civil e pudesse, então, encaminhar Medida
Provisória à Assembleia, contendo tabelas remuneratórias escalonadas,
com o objetivo de se reduzir a disparidade salarial existente entre os
cargos da Polícia Civil, em específico os investigadores, escrivães,
auxiliar de perito, comissários, entre outros. Infelizmente, a Gestão
Estadual, por alguns fatores, sinaliza que não encaminhará as tabelas
remuneratórias, o que enfatiza a instabilidade em que a Segurança
Pública se encontra em nosso estado. Estou sim na base do Governo, mas o
meu compromisso em defesa ao servidor público se sobrepõe a qualquer
gestão. Pautado na moralidade e na defesa da Segurança Pública, reafirmo
o meu compromisso em defesa não de meras compensações salariais, mas em
defesa daqueles que muito fazem pela sociedade: os servidores
públicos”, declarou.

Durante a reunião, os policiais relembraram
o compromisso firmado pela Assembleia Legislativa do Maranhão de
condicionar a votação da LOA à inclusão das tabelas remuneratórias
escalonadas. Finalizando-se a Assembleia Geral do SINPOL, deu-se início à
votação de qual seria o encaminhamento. Ante quatro propostas, sendo
uma delas a continuidade da greve geral, os servidores públicos optaram
pela realização de outra Assembleia, que acontecerá na próxima
sexta-feira (18), para só então decidir pela paralisação total da
polícia civil.

Deixe uma resposta