Blog do ligeiro

Definidos blocos e vagas em comissões na AL

plenárioFoi publicada hoje (18) no Diário da Assembleia a composição de todos os blocos parlamentares da Casa.
O Blocão, Bloco Parlamentar Unidos pelo Maranhão, manteve-se como o maior, e acabou com mais membros do que no ano passado. São agora 24, liderados pelo deputado Levi Pontes (SDD), como antecipado aqui (reveja).
Isso garante à base mais ligada ao Governo do Estado predominância na indicação de componentes da comissões, com quatro de sete membros em cada uma delas.
Os números garantem ao governador Flávio Dino (PCdoB) tranquilidade para aprovar qualquer matéria nos colegiados técnicos.
O Bloco União Parlamentar, o Bloquinho, manteve-se com sete membros, liderados por Josimar de Maranhãozinho (PR). Nas comissões, eles indicarão apenas um membro.
Mesmo número de indicados pelo Bloco de Oposição, que tem cinco membros; pela bancada do PV, que tem quatro ; e pela bancada do DEM, com dois deputados.
Bom negócio
No fim das contas, a desidratação do chamado Bloquinho – que chegou a ser cotado com 10 deputados – acabou sendo bom negócio para o PV e para o DEM.
Como a divisão de vagas na comissões se dá por proporção, mesmo tendo, respectivamente, apenas quatro e dois membros, as bancadas Verde e Democrata terão a mesma participação nos colegiados.
Vitória
A indicação de Levi Pontes (SDD) para a liderança do Blocão acabou sendo uma vitória pessoal do deputado Alexandre Almeida (PTN).
Explica-se: quem estava cotado para assumir o posto era Rafael Leitoa (PDT), primo do principal adversário de Almeida em Timon, o prefeito Luciano Leitoa (PSB).
Como Alexandre também disputará a prefeitura de lá, pegaria mal ser liderado por um adversário.

Deixe uma resposta