Blog do ligeiro

Chaguinhas anuncia retorno à base de Braide e diz condenar extremismo

Eleito 1º vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, para o biênio 2023/24, o vereador Francisco Chaguinhas (Podemos), em discurso feito nesta segunda-feira (18), anunciou seu retorno à base do prefeito Eduardo Braide (sem partido).

O parlamentar também condenou o que ele classificou de extremismo por parte de alguns dos seus colegas que integram um grupo que deu sustentação ao vereador Paulo Victor (PC do B), eleito presidente e que se licenciou do mandato para assumir o comando da Secretaria de Estado da Cultura.

“Não tive outra opção. Dei um tempo para a escolha da presidência da Casa. Eu vou voltar novamente as atividades por que não concordo da forma que está funcionando o grupo que elegeu Paulo Victor. Não todos, mas uma meia dúzia de vereadores que saiu da coerência para viver de extremismo. Degastar o prefeito neste momento é sacrificar a cidade e eu não estou aqui para sacrificar a cidade. Vou procurar o Eduardo Braide e dizer que ele terá o meu apoio naquilo que for fundamental para o desenvolvimento da cidade”, afirmou.

Chaguinhas disse que foi contrário a um movimento no qual parlamentares iria tentar derrubar um decreto que autoriza o gestor, de acordo com ele, a remanejar recursos de uma Secretaria para outra, por exemplo.

Afirmou que se propôs a marcar uma audiência com o prefeito e o grupo que apoiou PV desde o início, o que foi rejeitado pela maioria na semana passada.

O vereador falou, ainda, em mensagens subliminares que apontam, inclusive, para a instalação de Comissões Parlamentares de Inquérito que, segundo ele, estão sendo pensadas para mirar na gestão de Braide.

Deixe uma resposta