Blog do ligeiro

Carlos Lula encerra mandato à frente do Conass

Gestores da saúde juntaram-se sob a liderança de Carlos Lula no enfrentamento da maior pandemia mundial. Por dois anos, Lula foi a voz do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Corajosa e determinada, assim os gestores exaltaram a gestão de Carlos Lula, o seu empenho em resistir e vencer a pandemia.

Nesta quarta-feira (23), em Assembleia, foi eleita e empossada a nova diretoria do colegiado para a gestão 2022/2023, em Brasília.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, enalteceu o papel desempenhado por Carlos Lula à frente do Conass. “Destaquei aqui todo o trabalho dele na harmonização das conversas entre Estados e Governo Federal. O Conass tem um papel fundamental para que a gente consiga prestar uma saúde pública de qualidade para o usuário lá na ponta. Esse ano em que eu acompanhei mais de perto a gestão do secretário Carlos Lula à frente do Conass e pelo ano que se passou também, eu tenho certeza que foi muito produtivo e muito interessante. Tenho certeza que o próximo secretário que assume a pasta dará continuidade a todo trabalho desenvolvido ao longo dos últimos dois anos pelo secretário Carlos Lula”, frisou.

Cláudio Alexandre Ayres da Costa, secretário de Estado da Saúde de Alagoas, manifestou orgulho da liderança do secretário Carlos Lula. “Em nome do povo alagoano, em nome do governador Renan Filho, agradeço ao povo do Maranhão que emprestou esse gestor para que liderasse o enfrentamento à pandemia em todo o Brasil. Lula orgulha o Conass, orgulha todos os secretários de saúde”, ressaltou.

Segundo o secretário de Estado da Saúde de Pernambuco, Andréa Longo, O Brasil avançou no enfrentamento da Covid-19 com o protagonismo do Conass. “Carlos Lula eixa o Conass em uma posição elevadíssima. Com o seu trabalho, com a sua coragem, com a sua dedicação, com o seu empenho, elevou muito o nome do Conass para sociedade brasileira, trabalhando fortemente pela construção da política pública no enfrentamento à pandemia”. E completou: “Sem dúvida nenhuma deixa o Conselho nacional de Secretários de Saúde mais forte e unido”, destacou.

O presidente eleito, o secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes de Medeiros Junior, exaltou a condução de Carlos Lula frente à instituição. “Carlos Lula conduziu o Conass no Brasil em um dos momentos mais difíceis do enfrentamento à pandemia. Você assumiu este desafio de fazer a engrenagem do SUS funcionar e fez isso muito bem”, salientou o presidente eleito.

“Nós marcamos uma parte da história desse Conselho, inclusive em relação ao que representamos hoje para a sociedade. Nunca estivemos tão próximo das pessoas e isso traz uma responsabilidade grande para todos que continuarão essa missão. Que vocês continuem fazendo do Conass essa instituição que o Brasil se orgulha”, emociona-se Carlos Lula, secretário de Estado da Saúde do Maranhão e ex-presidente do Conass.

Deixe uma resposta