Blog do ligeiro

Candidato a vereador em Ribamar custou mais de meio milhão aos cofres municipais

 

O candidato a vereador pelo PP, Matias Marinho, tratado como prioridade entre os candidatos do grupo do atual prefeito Eudes Sampaio, além de esbanjar uma estrutura invejável aos outros candidatos do seu grupo político, que reclamam do tratamento diferenciado dispensado ao tecnólogo em marketing e publicidade, é um dos candidatos que faturaram alto durante o período em que foi assessor do ex-prefeito Luís Fernando e do atual prefeito Eudes Sampaio.

Com salário de R$ 12 mil reais por mês, Matias Marinho custou mais de R$ 535 mil reais aos cofres do município, só com salários e décimo-terceiro durante o período entre janeiro de 2017 e abril de 2020. (Os dados de todos os servidores são públicos e podem ser consultados aqui)

Para se ter uma ideia, no mês de abril, quando deixou o cargo para cumprir a legislação e ser candidato a vereador, somando verbas indenizatórias, Matias Marinho recebeu em um único mês, R$ 19.800,00 mil reais. Para receber todo esse valor que Matias recebeu apenas no mês de abril, o cidadão Ribamarense assalariado precisaria trabalhar por quase dois anos.

Além de todo esse montante faturado durante a gestão dos seus aliados, mais de meio milhão de reais, Matias conta com a articulação de Luís Fernando e Eudes, que nos bastidores, seguem direcionando lideranças para apoiar o candidato.

Com apenas 22 candidatos na disputa, o partido deve investir alto em Matias e deixar a segunda vaga para a briga entre os outros 21 candidatos.

Leia também: Matias Marinho é prioridade do PP em São José de Ribamar

Deixe uma resposta