Blog do ligeiro

Bomba! Procurador que tenta tirar Dr. Julinho da disputa em Ribamar, tem contrato de mais de R$ 81 mil na gestão Eudes Sampaio

 

aliados do prefeito já anunciavam o feito uma semana antes de Eduardo Nicolau ingressar com a ação

O desembargador João Santana Sousa, do Tribunal de Justiça do Maranhão, acatou mandado de segurança, interposto pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, e tornou sem efeito decisão unânime do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão que, no mês passado, considerou o médico Júlio Matos apto a concorrer ao cargo de prefeito na cidade de São José de Ribamar.
A decisão do magistrado e o movimento de Eduardo Nicolau merecem ser analisados de forma mais do que especial.
A sentença foi publicada horas após o Instituto Escutec divulgar nova pesquisa, cujos números foram publicados na edição de hoje do Jornal O Estado do Maranhão, mostrando que Julinho lidera com 44% das intenções de voto – 19% pontos à frente do segundo colocado, o atual prefeito Eudes Sampaio – a disputa pelo comando da Prefeitura ribamarense.
Eduardo Nicolau, por sua vez, possui residência em São José de Ribamar e vários prédios na cidade.
Um deles, onde funciona a Agência Municipal do Trabalho, na Avenida Clodomir Cardoso, na região da sede, está alugado para própria gestão Eudes Sampaio a um valor global de R$ 81 mil.
A informação, mostrando Eduardo Nicolau como fornecedor da Prefeitura, está disponível no próprio Portal da Transparência da Prefeitura.
Paralelo a isso, todo morador de São José de Ribamar, em especial os da sede, sabe da relação de amizade entre Nicolau, Eudes e o ex-prefeito Luis Fernando.
No mínimo, avalia-se, o procurador-geral de Justiça deveria julgar-se impedido de impetrar no TJ um mandado de segurança que, diretamente, beneficia seu locatário, o prefeito Eudes Sampaio.
É necessário que o TJ abra o olho objetivando fazer que a vontade do eleitor ribamarense seja respeitada.

Deixe uma resposta