BANNER

BANNER

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Deputados prestigiam posse coletiva de novos secretários de Estado e gestores públicos


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), prestigiou, nesta segunda-feira (25), acompanhado de vários colegas parlamentares, a posse coletiva dos novos secretários e presidentes de órgãos estaduais. A cerimônia de posse foi conduzida pelo governador Flávio Dino (PCdoB), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. O evento contou com a presença de autoridades, políticos e convidados.

Três deputados estaduais deixam a Assembleia Legislativa para integrar a nova equipe de governo. A deputada Ana do Gás (PCdoB) será a titular da Secretaria de Estado da Mulher (Semu). Já o deputado Marcelo Tavares (PSB) foi reconduzido ao comando da Casa Civil. O deputado Márcio Honaiser (PDT) ocupará a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes).

“Para nós, ter três deputados estaduais participando do governo é razão de satisfação. Espero que eles desempenhem, com a competência com que desempenham seus mandatos, as funções como secretários de Estado”, desejou Othelino Neto.

O presidente da Alema pontuou, também, que os ajustes feitos na administração são naturais, uma vez que levam em consideração critérios administrativos e político-partidários. “É um momento, de fato, importante, onde ele apresenta uma alteração significativa na sua equipe e, nós da Assembleia, cultivando o bom relacionamento que é necessário ter, estamos aqui para prestigiar”, assinalou.

“Desejamos sorte a todos eles, principalmente aos nossos colegas de Parlamento, que deixam suas atividades parlamentares para ocupar missões importantes e estratégicas no Governo do Maranhão. Que Deus possa conduzi-los nessa nova missão”, completou o deputado Rafael Leitoa (PDT), líder do governo na Assembleia.

Compromisso e continuidade do trabalho

O governador Flávio Dino ressaltou que as mudanças foram feitas no sentido de aprimorar o segundo mandato, buscando inovações e, ao mesmo tempo, conjugando fatores políticos e técnicos, ambos necessários para um bom governo. Dino também destacou a sustentação parlamentar que o governo tem na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal e no Senado, o que, segundo ele, é fundamental para que o Maranhão tenha tranquilidade para continuar o trabalho e obter melhores resultados para a população.

“O nosso compromisso é sempre aprimorar o governo, o que significa que não estamos acomodados. Obtivemos ótimos resultados no primeiro mandato, que foram reconhecidos pela população, mas continuamos empenhados em, cada vez mais, fazer melhor. Nós temos novos desafios, mas a linha do governo é a mesma. O programa de governo é conhecido de todos, pautado na ideia de desenvolvimento, com um governo honesto e, ao mesmo tempo, comprometido com os mais pobres. Esse é o sentido de unidade da equipe”, afirmou.

“Assumimos mais uma missão, delegada pelo governador Flávio Dino, em uma secretaria que já funciona muito bem e faz os trabalhos de segurança alimentar, de assistência social e tantos outros programas, que ajudam a minimizar e diminuir as desigualdades, que ainda existem no Maranhão. Vamos dar a nossa colaboração e esperamos poder ajudar a melhorar a qualidade de vida, principalmente, das pessoas que mais precisam”, frisou Márcio Honaiser, titular da Sedes.

Ana do Gás agradeceu a oportunidade e garantiu que irá trabalhar em prol das políticas públicas relacionadas às mulheres. “Pretendemos fazer um grande trabalho, com o apoio de todas as mulheres, da Assembleia Legislativa, onde contamos com uma grande bancada nesta nova legislatura. Parabéns também ao presidente Othelino, uma vez que a Mesa Diretora está conduzida por mais mulheres. Com o apoio do governador Flávio Dino, vamos exercer as políticas públicas voltadas a todas as mulheres”, disse.

“No primeiro mandato de Flávio Dino, ele foi considerado o melhor governador do país e, agora, a minha missão é trabalhar para manter esse nível de aceitação do governo”, completou Marcelo Tavares, secretário-chefe da Casa Civil.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário