BANNER

BANNER
AGORA É LEI

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Psol pede a Moro relatório do caso Queiroz e cobra explicações sobre transações de Flávio e Michelle Bolsonaro

moro entrevistaO vice-líder do Psol na Câmara Ivan Valente (SP) apresentou nesta terça-feira (22) um requerimento de informações na Câmara destinado ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que também faz parte do ministério. O documento reúne mais de dez perguntas sobre o andamento das investigações envolvendo Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).
O deputado cobra acesso à íntegra do relatório do Coaf sobre as movimentações financeiras consideradas atípicas do ex-assessor, entre janeiro de 2016 e janeiro 2017, e indaga sobre um depósito de R$ 24 mil feito por Queiroz em favor da primeira-dama Michelle Bolsonaro. O presidente Jair Bolsonaro afirma que o repasse à sua esposa faz parte do pagamento de um empréstimo feito por ele a Queiroz.
Cabe agora ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encaminhar ou não o pedido de Valente ao ministério. Caso o requerimento seja despachado, Moro terá 30 dias para se manifestar a contar da data do recebimento.
Ivan Valente critica o silêncio do ministro da Justiça e Segurança Pública e do presidente Jair Bolsonaro, pai de Flávio, sobre o assunto. Ele também solicita informações sobre transações, datas e tipos de operação realizadas entre Queiroz e familiares e outros servidores do gabinete com Flávio e Michelle Bolsonaro.
O deputado oposicionista quer saber quais “medidas institucionais e jurídicas” foram tomadas pela Polícia Federal com base no relatório do Coaf para identificar as ocorrências suspeitas de atividades ilícitas previstas na Lei de Lavagem de Dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário