quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Encontro em hotel de Brasília afasta de vez rumores de racha no partido de Bolsonaro no Maranhão

Chico Carvalho e Allan Garcês (ao fundo) se cumprimentam, reafirmando a paz no PSL maranhense
Um encontro em um hotel de Brasília afastou definitivamente os rumores de racha e conspiração no Partido Social Liberal (PSL) no Maranhão. A legenda, que tem como filiado mais ilustre o presidente da república, Jair Bolsonaro, está mais unida do que nunca no estado, segundo o presidente do Diretório Regional, vereador Francisco Carvalho, anfitrião da reunião na capital federal.
Chico Carvalho foi a Brasília para compromissos políticos e no intervalo entre uma agenda e outra recebeu ninguém menos do que o médico e ex-candidato a deputado federal Allan Garcês, apontado como pivô de um suposto complô para destituir o atual comando maranhense da sigla.
Nomeado recentemente por Bolsonaro para exercer o cargo de diretor executivo do Departamento de Articulação Interfederativa da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, Garcês segue como forte liderança do PSL em nível local. Mas o controle partidário continua nas mãos de Chico Carvalho, como ocorre há mais de 15 anos, de forma ininterrupta.
Além de Allan Garcês, o presidente do PSL no Maranhão recebeu, no hotel onde está hospedado, Raimundo Filho e o Pastor Sampaio.
Confira o registro do encontro, feito pelo próprio Chico Carvalho em sua conta no Instagram:
Eu recebi aqui no hotel que estou hospedado em Brasília, Raimundo Filho, Pastor Sampaio e Allan Garcês. Na ocasião, Allan, propôs a unidade do PSL no Maranhão afim de acabar com as especulações de que estaria à margem das decisões partidárias. Essa imagem reflete a integração entre os correligionários que sempre tive como meta dentro do partido há mais de 15 anos. Obrigado pela visita! O PSL está aberto a todos que compartilham do desejo de trabalhar pelo nosso Estado e o nosso país junto ao Presidente Bolsonaro.