quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Vereador Marcial Lima cobra aplicação do Fundo de Luz em melhorias em feiras e mercados de São Luís

Marcial Lima lamentou defasagem das feiras e mercados de São Luís em relação a outros centros
Em pronunciamento no plenário da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Marcial Lima (PRTB) criticou duramente a infraestrutura e a falta de investimentos nas feiras e mercados de São Luís e comparou esses espaços a outros que existem país afora, cuja utilidade é muito melhor aproveitada. Marcial citou o exemplo do Mercado Central de Florianópolis (SC), um dos pontos turísticos da cidade, que assim como a capital maranhense, é uma Ilha.
O vereador também mencionou o mercado central de Fortaleza (CE), que tem quatro pisos, e após a compra de galpões, em parceria com a iniciativa privada, está livre das ocupações indevidas que haviam no seu entorno. “Hoje, esses galpões são usados como abrigos por muita gente, inclusive do recém-inaugurado Centro Fashion”, lembrou.
Marcial Lima lamentou que em São Luís, diferente do cenário de desenvolvimento visto em outras cidades, a discussão ainda esteja centrada na limpeza das feiras e mercados. “Estamos atrasados quase 100 anos em relação a feiras livres de outras cidades”, lastimou-se.
O vereador repetiu, durante o seu discurso, a pergunta que fez ao secretário municipal de Fazenda, Delcio Rodrigues, durante debate na Câmara sobre as finanças do Município. Na ocasião, Marcial questionou o gestor municipal sobre a quantia aplicada pela prefeitura em eventos na cidade, inclusive feiras, no que se refere aos recursos do Fundo de Luz. “Onde está o dinheiro do Fundo de Luz, que não chega às feiras da cidade?”, indagou. “Eu queria saber por que não chega nas feiras do João Paulo, da Cohab, da Macaúba, que está caindo os pedaços e só continua funcionando por resistência dos feirantes”.
Marcial Lima disse acreditar que o secretário municipal de Fazenda jamais responderá ao seu questionamento, pois sabe que o Fundo de Luz tem outras destinações em São Luís.
Assista ao pronunciamento de Marcial Lima: