sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Ibope diz que pesquisa tem 8% de margem de erro e que se baseou nos números da Exata e Econométrica

Após divulgar números esdrúxulos da disputa eleitoral no Maranhão, o Ibope foi questionado quanto a metodologia, aplicação de questionários aplicados e o desenvolvimento da pesquisa, e a resposta surpreendeu por alguns detalhes apresentados pelo Instituto. De acordo com Camila Camargo, Analista de Atendimento do Ibope, a pesquisa tem margem de erro de 8% para mais ou para menos, assim como só ouviu 168 eleitores em São Luís.
Para piorar a explicação do Ibope, o Instituto diz que se baseou em números dos Institutos Econométrica e Exata, para ter a certeza que seus números. Mas essa comparação é feita com números de pesquisas com datas bem anteriores a desenvolvida pelo Ibope.
Confira a nota na íntegra:
Dando sequência ao que conversamos, o objetivo da pesquisa é estimar as intenções de voto do total do estado e não da capital isoladamente. Em São Luís, temos apenas 168 entrevistas, o que não é suficiente para estimar as intenções de voto na capital, uma vez que margem de erro amostral é de 8 pontos percentuais para mais ou para menos. O cruzamento foi fornecido apenas como um indicativo.
Comparando a nossa pesquisa com outras duas divulgadas que encontramos, os resultados são semelhantes, apesar da data de campo ser diferente, como pode ser observado no quadro abaixo.
Não temos como comparar com outras que tenham sido realizadas, mas que não tivemos acesso. Uma parte da nossa pesquisa foi realizada no dia 2 de outubro, antes do último debate, ou seja, a pesquisa pode não ter pego um possível efeito do debate na capital. De toda forma, intensificamos a verificação e realizamos a checagem de todas as entrevistas realizadas na capital e não foi identificado nenhum problema.
Infelizmente, não temos como realizar uma nova pesquisa, uma vez que não haverá tempo hábil para uma nova divulgação.