segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Baldez estaria liderando corrida pela OAB até em pesquisa que não consta seu nome

Advogado Mozart Baldez está bem cotado na eleição para a presidência da OAB/MA
O advogado Mozart Baldez estaria liderando as intenções de voto à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB-MA), até em um cenário sem o seu nome, segundo dados da pesquisa Exata, que podem ser constatados através de áudios de entrevistas gravadas, ao qual o blog teve acesso com exclusividade neste sábado (13).
De acordo com as informações, Baldez estaria aparecendo em primeiro lugar na preferência dos advogados de São Luís, com mais de 49%, seguido por Carlos Brissac, Pedro Alencar e Thiago Diaz. Na Capital, ainda de acordo com as informações, a diferença do primeiro para o segundo foi de 10%.
O pré-candidato do Movimento “A Ordem é Reconstruir” também estaria liderando de forma isolada no interior do estado, tanto nas pesquisas eleitorais de opinião feitas por telefone, como também nos tradicionais levantamentos realizados com entrevistas face a face.
Áudios com gravações de sondagens não presenciais que começaram a ser divulgados neste final de semana, em grupos de aplicativos de troca de mensagens, mostram como o eleitorado de Baldez impulsiona a disputa na entidade de classe. Numa das gravações, a entrevistadora pergunta para a entrevistada: Se as eleições para a presidência da OAB fosse hoje a senhora teria em quem votar?
A entrevistada, responde: Mozart Baldez
A entrevistadora faz mais uma pergunta. Entre os candidatos a seguir, a senhora teria rejeição sobre algum destes: Carlos Brissac, Samara Baraúna, Pedro Alencar e Thiago Diaz?
A entrevistada volta a responder: Não sei se posso dizer que tenho rejeição, partindo do principio que meu voto é para Mozart Baldez. Não é que rejeite outros, mas é que eu tenho simpatia por Dr. Mozart [Baldez].
A funcionária do Instituto Exata faz outro questionamento. Ao escolher em quem votaria para presidente da OAB, o que a senhora mais leva em consideração: O candidato a presidente e suas propostas? O candidato a presidente e os membros da diretoria? Ou o candidato a presidente e seus conselheiros?
A entrevistada diz que leva em conta o candidato a presidente e suas propostas e volta a insistir no nome do seu candidato.
O último questionamento formulado pela pesquisadora gera um embate com a entrevistada, ao ser confrontada sobre informações desnecessárias para um levantamento.
A pesquisadora pergunta. O que é mais importante para definir seu voto: a projeção e sucesso profissional do candidato? A experiência e serviços prestados à classe? O trânsito politico entre os poderes e as demais entidades? Ou é o grupo de apoio dentro da classe?
Ao responder, a entrevistada diz que busca um nome sem conchavos políticos e com mais independência. “Com esse perfil só vejo Dr. Mozart Baldez”, completou, perguntando quem estava contratando a pesquisa. Sem graça, a funcionária desvia o foco e diz que não saberia responder e ao final encerra a entrevista.
O engraçado é que pelo menos duas pesquisas de opinião, para analisar a preferência dos advogados e advogadas, quanto aos pretensos pré candidatos à presidência da seccional já foram encomendadas, mas segundo comenta-se nos bastidores, o resultado de ambas apontando a vitória de Mozart Baldez, fizeram com que os contratantes optassem pela não divulgação do resultado.