sábado, 29 de setembro de 2018

PF instaura inquérito para investigar autoria de perfis fakes que atacavam o deputado estadual Wellington do Curso

Wellington dá entrada no pedido de investigação no setor de protocolo da Polícia Federal
Em resposta ao ofício protocolado pelo deputado estadual Wellington do Curso, a Polícia Federal, por meio do Ofício nº 393/2018, informou que instaurará Inquérito Policial para identificar a autoria e quem administrava os perfis fakes que divulgou uma série de mentiras e ataques contra o parlamentar. Recentemente, houve uma decisão de membros do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), que determinou a exclusão de perfis de rede social e a identificação e liberação dos IPs que foram utilizados para cometer os crimes.
Com o Inquérito Policial, objetiva-se identificar quem comandava e quem administrava os perfis fakes, para então, puni-los pelos crimes contra a honra já praticados.
“Como deputado estadual, trabalhamos diariamente para termos o respeito dos maranhenses. Trabalhamos de forma séria, honesta e sem mentiras. Enquanto eles mentem, a gente segue trabalhando em defesa da população. Criaram perfis fakes tentando manchar a nossa imagem, divulgando mentiras e tentando diminuir nossa atuação como deputado estadual. E muito mais grave ainda se esses crimes foram patrocinados com dinheiro público. Agora, a Polícia Federal irá apurar quem administrava tais perfis. Afinal, quem isso fez, ainda que esteja cumprindo ordens, é tão criminoso quanto quem deu as ordens”, disse o deputado estadual Wellington do Curso.
Confira a documentação:


Ofício da PF, inclusive nomeando o delegado responsável pela abertura do inquérito policial
Identificação dos IPs