terça-feira, 25 de setembro de 2018

Eliziane Gama tentou impedir que identidades falsas e passado de agressões contra mulheres do marido se tornassem públicas na campanha


Eliziane não queria que denúncias contra Inácio Cavalcante viessem à tona

No dia 20 de setembro O Estado do Maranhão veiculou reportagem em que noticiava a suposta titularidade de três documentos do cadastro de pessoas físicas pelo marido da deputada Eliziane Gama, Inácio Cavalcante Melo Neto. A notícia fazia parte de um dossiê documentado que denunciava supostas práticas como falsidade ideológica, estelionato e violência contra mulheres. Após a reportagem, Eliziane defendeu o marido e acusou as denúncias de serem mentirosas, chegando, inclusive, a entrar com uma ação judicial solicitando retirada da reportagem e impedindo que o assunto fosse abordado no futuro.

Um dia após o pedido de censura da deputada, coube ao juiz eleitoral Eduardo José Leal Moreira do Tribunal Regional Eleitoral restabelecer o direito de O Estado à liberdade de imprensa.

O DOSSIÊ

O dossiê que esmiúça o passado do marido da deputada Eliziane Gama traz documentos que atestam sua suposta tripla identidade. São cópias de documentos, contratos sociais de empresas, registros de posse de bens bastante contundentes.

Além disso, e talvez muito mais graves, são os anexos de boletins de ocorrência do Maranhão e do Ceará que relatam um histórico de agressões contra suas ex-mulheres. Na contramão, a deputada costuma usar a tribuna da Câmara Federal e sua propaganda política para se colocar como defensora da Lei Maria da Penha e contra o feminicídio.

Fontes de O Estado asseguram que Eliziane Gama teve acesso ao dossiê antes de sua publicação na imprensa.

TRIPLA IDENTIDADE



Semanas atrás, Inácio Cavalcante Melo Neto, marido da deputada, foi objeto de um dossiê em que era suspeito de ser titular de três cadastros de pessoa física (CPF). São eles: Inácio Cavalcante Melo Neto (CPF: 566.768.403-91); Inácio Guimarães de Oliveira Melo Neto (CPF: 012.225.269-13) e Inácio Mello Neto (CPF: 603.777.883-33). (Jornal O Estado do Ma)