quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Cinco candidatos ao Senado já receberam mais de R$ 4,5 milhões para suas campanhas



Dos onze candidatos que pretendem disputar as duas vagas que serão abertas para o Senado Federal nas eleições deste ano, no Maranhão, cinco já possuem recursos devidamente depositados nas suas contas de campanha.
Juntos, eles receberam a quantia de R$ 4.531.358,11 As informações estão disponíveis no DivulgaCand, sistema eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Em primeiro lugar aparece o senador Edison Lobão (MDB), candidato a reeleição pelo grupo Sarney, que obteve R$ 2 milhões do seu partido via Fundo Especial Eleitoral.
Através do mesmo Fundo, a deputada federal Eliziane Gama, candidata pelo grupo do governador Flávio Dino (PC do B), recebeu do seu partido, o PPS, R$ 1.168.128,11.
Na terceira colocação está o deputado estadual Alexandre Almeida (PSDB), cuja doação de campanha, até o momento, está orçada em R$ 706 mil. Deste total, meio milhão é oriundo do Fundo Especial; R$ 200 mil foi depositado pelo advogado Jorge Arturo, presidente do PHS e primeiro suplente na chapa liderada por Almeida; e R$ 6 mil por Alexandre Vicente de Paula Almeida.
Também candidato à Câmara Alta pelo campo governista, o deputado federal Weverton Rocha recebeu R$ 500 mil do Fundo Especial. R$ 45 mil foram doados pelo PDT de São Luís e outros R$ 20 mil pelo prefeito Erlânio Xavier, de Igarapé Grande.
Filho do ex-presidente José Sarney, o deputado federal Sarney Filho (PV), até o momento, conta com a quantia de R$ 93.230, depositada por ele próprio.
Sem nada – Os demais candidatos, quais sejam José Reinaldo Tavares (PSDB), Saulo Pinto (PSOL), Saulo Arcangeli (PSTU), Samuel Campelo (PSL), Preta Lu (PSTU) e Iêgo Bruno (PCB), ainda não receberam doações.
Neste cenário, chama a atenção o caso de Zé Reinaldo, uma vez que o ex-governador, além de aparecer bem à frente de Alexandre Almeida em todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento, foi alçado à condição senatorial pelo tucanato justamente pela força da direção nacional do PSDB.