quinta-feira, 5 de julho de 2018

Curso aprimora boas práticas no parto e incentiva aleitamento


Iniciativa visa capacitar profissionais da equipe de cuidados que fazem o acompanhamento da mulher e do bebê
Aumentar o nível de conhecimento, habilidade e confiança, além de proporcionar uniformidade às informações em todo o hospital, referente às boas práticas no parto e no nascimento e no incentivo ao aleitamento materno. Estes são objetivos do curso promovido pelo Comitê de Boas Práticas da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), do Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA). Na manhã desta quarta, 4, foi iniciado mais um desses cursos, a décima terceira turma.   
Entender a importância da amamentação para a saúde do bebê e da mulher e difundir isso de forma responsável e consciente é um modo de desconstruir os mitos que giram em torno desse tema, por isso capacitar e sensibilizar os profissionais é tão necessário. Dessa forma, o comitê cumpre também um dos passos para o sucesso do aleitamento materno: a capacitação de toda a equipe de cuidados de saúde nas práticas necessárias para implementar essa política. 
O curso tem carga horária de 20h, 16h para aulas teóricas e 4h para aulas práticas. É dirigido aos profissionais que atuam nos setores prioritários que fazem o acompanhamento da mulher e do bebê: Ambulatório de Pré-natal de risco habitual e Pré-natal especializado, Centro de Parto (Centro Cirúrgico Obstétrico), Alojamento Conjunto e UTI Neonatal.
No primeiro dia foi realizado, simultaneamente, uma sensibilização de 4h. A atividade abordou questões mais pertinentes aos trabalhadores que não atuam diretamente com a mulher e o recém-nascido, mas que podem interferir no processo de aleitamento materno, no Cuidado Amigo da Mulher e na Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes (NBCAL). Entre eles, estavam profissionais da recepção, segurança, higienização e administrativos de alguns outros setores do hospital.
Envolver diversas categorias representa um diferencial muito positivo, destaca o presidente do Comitê Chrystiann Lima. “A uniformidade das informações e práticas em toda a unidade hospitalar é fundamental para que a prestação da assistência junto a mulher e a sua família sejam mais qualificadas e humanizadas desde o seu acesso até a sua saída”.
A parte teórica consiste em aulas expositivas/dialogadas, estudos de casos, rodas de conversa, teatros, vídeos. A parte prática será realizada no Alojamento Conjunto, Centro de Parto, Ambulatório, Banco de Leite e na UTI Neonatal, onde os participantes terão a oportunidade de praticar o manejo do aleitamento materno, observar a mamada e orientar as mães/famílias.
Nilza Pinheiro, líder de Enfermagem do Ambulatório e membro do Comitê da IHAC, reforça o papel do profissional como agente de mudança. “Precisamos fazer a diferença, cabe a nós oferecermos a mulher e ao bebê o cuidado que eles precisam nesse momento tão importante para toda a família. É essencial também que essa mulher seja orientada desde o início do pré-natal até o seu pós-parto, pois a informação é fundamental nesse processo. Além de tantas outras práticas que podemos desenvolver em busca de uma melhor assistência”.
O HU-UFMA recebeu da Unicef em 1999 o título de Hospital Amigo da Criança, desde então, adota os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno. O HU-UFMA atua também no incentivo ao Cuidado Amigo da Mulher, que inclui boas práticas no parto e no nascimento.  
Sobre a Ebserh
Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.