sexta-feira, 13 de julho de 2018

Chocolate assume Secretaria e desiste de pré-candidatura ao Senado

Petistas, pedetistas e comunistas durante ato de posse dos novos secretários.
O professor universitário Nonato Chocolate, do Partido dos Trabalhadores, assumiu, nesta quinta-feira (12), o cargo de secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento.
O ato, comandado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), também marcou a posse do vereador licenciado Ivaldo Rodrigues (PDT) no comando da articulação política do governo municipal.
Chocolate integra a corrente petista Construindo um Novo Brasil (CNB) e figurava como pré-candidato ao Senado.
No entanto, com a sua chegada ao primeiro escalão da prefeitura, abdicou do projeto senatorial.
O PT, além da Semapa, participa da gestão de Edivaldo através de Marlon Botão, secretário municipal de Cultura.
A troca de secretários patrocinada pelo prefeito, com a anuência do comando do seu partido, terá efeitos positivos.
Os membros da CNB deverão desembarcar, com força total, na pré-candidatura do deputado federal Weverton Rocha (PDT) ao Senado.
Weverton, inclusive, prestigiou o ato de posse juntamente com outros caciques do seu grupo político, tais como o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), e o presidente eleito da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT).
O movimento feito por Edivaldo e o seu PDT também aproximará, cada vez mais, petistas [antes descontentes] do projeto de reeleição do governador Flávio Dino (PC do B).
O PT ainda tem como pré-candidatos à Câmara Alta o ex-secretário estadual de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, e Adriana da CUT.
Já o líder sindical Aníbal Lins segue sustentando uma natimorta pré-candidatura ao governo.