sábado, 30 de junho de 2018

Prefeitura concede Registro de Inspeção Municipal a abatedouro de aves do IFMA - Maracanã


Prefeitura entrega SIM a abatedouro de aves do IFMA MaracanãDando continuidade ao fortalecimento das políticas públicas de produção, abastecimento e segurança alimentar em São Luís, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), entregou, na manhã desta quinta-feira (28), o registro do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para o Abatedouro de Aves do Instituto Federal Tecnologia do Maranhão (IFMA) Campus São Luís – Maracanã. O registro garante qualidade dos produtos avícolas que serão vistoriados pela Defesa e Inspeção Sanitária Municipal e poderão ser comercializados em toda a região metropolitana.
Para o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, essa é mais uma ação que consolida a gestão do prefeito Edivaldo no rigor da qualidade da produção alimentar na capital. "Mais uma ação de prerrogativa do prefeito Edivaldo, para que nossa população seja beneficiada com produtos de qualidade em sua alimentação. Esperamos que todas as casas e estabelecimentos de beneficiamento de produtos tanto de origem animal quanto vegetal, também busquem o Registro de Inspeção Municipal, que agora vale para toda a região metropolitana, trazendo maior confiança ao consumidor", disse o secretário Ivaldo Rodrigues.
São Luís conta atualmente com 45 estabelecimentos comerciais de abate e manipulação em produtos de origem animal e vegetal registrados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM). O selo garante a qualidade dos produtos que abastecem a mesa do consumidor. São supermercados, abatedouros, frigoríficos, clínicas animais e unidades de beneficiamento de produtos como mel e frango, que passam por rigorosa avaliação da Defesa e Inspeção Sanitária, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), órgão competente para este serviço na capital.
"É muito importante para o IFMA essa parceria entre o Campus São Luís - Maracanã e a Semapa. Esse certificado traz para a nossa instituição mais visibilidade e competitividade nessa área. Mas, principalmente, leva segurança agrícola para a população já que a certificação garante a procedência dos alimentos", disse o diretor executivo do IFMA, Agenor Almeida, que na ocasião representou o reitor Roberto Brandão.
PARCERIA INSTITUCIONAL
Em 2017 a Prefeitura de São Luís, por meio da Semapa, firmou parceria institucional com o IFMA, trazendo benefícios para a população, visando principalmente o fortalecimento da agricultura, pecuária e pesca através da integração de recursos técnicos e materiais. A parceria promove políticas e programas públicos voltados ao desenvolvimento rural sustentável por meio de assistência técnica e extensão rural na capital. Também facilita o acesso dos alunos de cursos técnicos e de nível superior em estágios obrigatórios.
O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), são fortalecidos através das ações dessa cooperação mútua entre as entidades, com o aumento do escoamento da produção agrícola de São Luís, que é um dos principais pontos dessa parceria. Os alimentos produzidos pela agricultura familiar na zona rural de São Luís serão utilizados na cozinha do IFMA para preparo regular de refeições aos alunos e docentes.
O superintendente de Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal da Semapa, Francisco Soares, explica que o selo (SIM) é obtido por meio de rigorosa avaliação, necessária para garantir a qualidade do alimento. "O registro municipal garante à população que o produto que vai para suas casas tem qualidade atestada e pode ser utilizado com a garantia de um trabalho sério e responsável, que beneficia diretamente a segurança alimentar e a qualidade da saúde pública. Esperamos que com as ações de registro dos estabelecimentos, possamos criar uma geração de consumidores cada vez mais conscientes", destacou Francisco Soares.
Ainda por meio dessa parceria, desde o ano passado o mel produzido na unidade do IFMA -Maracanã está registrado também no Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e está sendo vendido em toda a região metropolitana. A produção apícola da Casa do Mel do IFMA tem origem no campus, onde os alunos acompanham desde o processo de extração das colmeias até as fases de armazenamento. Toda a renda arrecadada com a venda dos produtos derivados de abelhas, que são produzidos no IFMA - Maracanã vai para o Governo Federal e retorna para a instituição, em forma de investimentos e benfeitorias.