segunda-feira, 21 de maio de 2018

Roseana sai em defesa de Lula e esconde Michel Temer

Ex-governadora com o seu irmão, Sarney Filho, que foi ministro do atual presidente.

A ex-governadora Roseana Sarney deixou clara, nesta segunda-feira (21), uma das estratégias que pretende utilizar na sua campanha para retornar ao Palácio dos Leões.
Trata-se de tentar colar a sua imagem na do ex-presidente Lula, do PT, preso há quase dois meses na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, onde cumpre pena pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro; e se afastar, ao máximo, da figura do atual presidente Michel Temer, do MDB, seu partido.
De olho no cacife eleitoral do petista no Maranhão, onde ele possui mais de 60% das intenções de voto, segundo levantamento divulgado recentemente (reveja), Roseana saiu em defesa do ex-presidente.
“Eu também preciso dizer uma palavra a respeito do meu amigo, do meu companheiro, de quem eu fui líder, que hoje está numa situação que eu não gostaria que ele estivesse, que é o Lula, que foi o nosso presidente e que muito me ajudou quando eu estive à frente do governo do Maranhão”, afirmou.
Sobre Michel Temer, que é aliado do seu pai, o ex-presidente José Sarney (MDB), e que abrigou o seu irmão, Sarney Filho (PV), no Ministério do Meio Ambiente, Roseana não deu uma palavra.
Temer, de acordo com todas as pesquisas de intenção de voto publicizadas até o momento, possui uma desaprovação que ultrapassa a casa dos 70%.
E é por isso que Roseana e nenhum dos políticos que integram seu grupo, mesmo tendo sido beneficiados com cargos na estrutura do governo federal e milhões em emendas liberadas, ousarão tocar no nome do atual presidente da República.