segunda-feira, 9 de abril de 2018

Wellington flagra reboque trasportando carros e motos apreendidos em blitze do interior para São Luís

Caminhão-reboque carregado com motocicletas apreendidas em fiscalizações de trânsito no interior
Carros e motos jogados e tratados como se fossem “lata velha”. Essa é a descrição do modo como os veículos de maranhenses são tratados pelo Governo do Maranhão, por meio da VIP Leilões. Tal cenário foi flagrado pelo deputado estadual Wellington do Curso ao percorrer a BR-135, que dá acesso aos interiores do Maranhão.
Para o deputado Wellington, que conversa diretamente com a população, o Governador do Maranhão não apenas apreende carros e motos, mas sim apreende verdadeiros instrumentos de trabalho.
“O governador Flávio Dino deveria entender três coisas: primeiro, que ele não está apreendendo o carro ou a moto de criminoso. Afinal, se fosse assim, eu seria o primeiro a apoiar. O que ele faz e apreender e tratar como se fosse lata velha o instrumento de trabalho do maranhense. Em segundo lugar, Governador, entenda que para muitos maranhenses o carro e a moto, adquiridos com muito suor, é o que permite o sustento da família. E em terceiro, não estamos defendendo inadimplente. Estamos defendendo o direito que o maranhense possui. Quem diz isso não sou eu, mas a Constituição da República. Flávio Dino, Vossa Excelência não está acima da lei!”, reage.
Motocicletas foram transportadas do interior para a capital e podem ir a leilão, caso proprietários não resolvam pendências
Wellington é autor do Projeto de Lei 99/2017, que proíbe a apreensão de veículos pelo não pagamento do IPVA.
“Em relação à proibição de apreensão de veículos por não pagamento de IPVA, o deputado Wellington já formalizamos representação no Ministério Público, na OAB e Defensoria Pública solicitando que adotem providências a fim de impedir esse ato reiterado por parte do Governo do Estado. Em menos de 3 anos, mais de 12 mil veículos de trabalhadores Maranhenses já foram leiloados. Precisamos dar um basta nessa situação. Temos lutado muito contra essa ilegalidade e inconstitucionalidade. Mas, isso vai acabar!”, finalizou o deputado Wellington.
Assista  ao vídeo: