segunda-feira, 30 de abril de 2018

Eliziane manobra errado e pode dar adeus à pré-candidatura ao Senado

Do blog do Glaúcio Ericeira
Eliziane sendo Eliziane. Uma manifestação de Eliziane no seu melhor estilo.
As duas frases foram avaliações feitas por aliados do governador Flávio Dino (PC do B) para definir a manobra que a deputada federal do PPS tentou fazer utilizando R$ 3,7 milhões — recursos, estes, oriundos de emenda parlamentar – e que pode enterrar o seu sonho de continuar figurando como pré-candidata ao Senado pelo grupo político do comunista.
Mas o estrago já estava feito.
A irmã conseguiu reavivar a pecha que lhe acompanha e que aponta que a mesma, nem de longe, é uma política que transborda confiança e fidelidade.
PT quer vaga – Curiosamente, tão logo a deputada foi descoberta tentando dar um zignal em Flávio Dino, começaram a surgir novas informações revelando que o PT não irá abrir mão de indicar um nome na chapa majoritária do comunista.
E esta indicação, de acordo com o que foi apurado pelo editor do blog, é justamente a segunda vaga para o Senado, hoje pré-ocupada por Eliziane.
Macieira, inclusive, contaria com a simpatia do Palácio dos Leões e do núcleo mandatário do partido, encabeçado por Augusto Lobato e Honorato Fernandes, presidentes dos diretórios estadual e municipal, respectivamente.