sábado, 7 de abril de 2018

Audiência Pública sobre quadras poliesportivas e campos de futebol proporcionou debates, indicações e críticas


                   
  O vereador Cézar Bombeiro (PSD) conseguiu realizar, nesta sexta-feira, (06), na Câmara Municipal de São Luís, mais uma importante audiência pública. Colocou em pauta uma proveitosa discussão sobre Quadras Poliesportivas e Campos de Futebol, de responsabilidade da Prefeitura de São Luís. A maioria está abandonada e não há uma politica específica para transformar os inúmeros espaços para a prática de esportes e educação física, com a inserção de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.
  O parlamentar do PSD fez a proposição ao Legislativo São-luisense, depois de verificar inúmeros espaços públicos abandonados e mais precisamente em comunidades carentes, que necessitam de competições esportivas e de exercícios físicos como lazer para todas as pessoas. À audiência pública estiveram, além do autor, o vereador Marcial Lima, o Secretário Adjunto da Secretaria Municipal de desportos e Lazer, Alisson Penha e inúmeras lideranças.
                      O vereador Marcial Lima, com bastante determinação  falou sobre o abandono de importantes áreas de áreas, detendo-se sobre o Parque do Bom Menino e a Lagoa da Jansen, que muitas vezes são maquiadas e por falta de fiscalização e sem instrutores, acabam sendo depredadas ou simplesmente abandonada. No caso das academias ao ar livre com equipamentos para ginástica, acabam se constituindo em risco a saúde das pessoas, por falta de profissionais especializados.
        Ele registrou, que em inúmeras capitais, as prefeituras fazem parcerias com empresas privadas e os resultados são satisfatórios, deixando bem claro que no caso de São Luís, falta visão para os gestores e capacidade para implementação de uma politica com resultados bem satisfatórios.
                     O secretário adjunto Alisson Penha, da Sedel, fez um amplo relato de obras que estariam sendo executadas em vários bairros, com a projeção de slides, que não foram muito claros. Ele tentou fazer da audiência pública uma divulgação politica, relatando que muitas das obras são originadas de emendas parlamentar de um deputado federal, outras em convênio com a Caixa Econômica e nenhuma do orçamento municipal, o que acabou ficando muito desejar e chegou a suscitar dúvidas.
                    Um morador do bairro da Liberdade, perguntou ao secretário adjunto sobre a quadra da comunidade do Japão, abandonada há mais de três anos e que constantemente é motivo de enrolação pelos gestores públicos. Ele respondeu que as obras serão recomeçadas em maio e que até agosto ela será concluída e inaugurada. O morador disse, que não irá difundir a informação na comunidade para não causar mais uma frustração aos moradores. Inúmeras outras manifestações foram colocadas por lideranças de outros bairros.
                      O vereador Cézar Bombeiro avaliou como positiva a audiência pública e que os questionamentos levantados, vão servir para inúmeros encaminhamentos, inclusive propostas com requerimentos no parlamento municipal. Na avaliação dos presentes, o vereador Cézar Bombeiro consegue pelos seus princípios de seriedade e compromisso promover debates voltados para os interesses coletivos.