quarta-feira, 28 de março de 2018

Prefeito de Morros participa de reunião do Colegiado da Região Metropolitana





O prefeito do município de Morros, região do Munim, participou nesta segunda-feira (26), da terceira reunião de representantes do Colegiado da Região Metropolitana de São Luís. A ação é desenvolvida por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM) e conta com a participação de outros 12 municípios que integram a região de São Luís, Raposa, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Alcântara, Bacabeira, Rosário, Axixá, Santa Rita, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, e Icatu. 

Durante o encontro presidido pelo vice-governador, Carlos Brandão, no Salão de Atos do Palácio dos Leões, que deliberou sobre o Termo de Cooperação de Gestão dos Serviços de Transbordo, transporte e disposição final dos resíduos sólidos, entre outros itens, o prefeito Sicrack chamou a atenção para a celeridade na definição do tema, uma vez que os municípios precisam dar solução para o problema, e lembrou ainda que em Morros, município turístico, desde o início de sua gestão vem buscando medidas paliativas para minimizar o problema.

“Estamos atentamente participando de toda a construção do processo de criação do Colegiado Metropolitano e regimento do conselho, porque entendemos que a adesão por meio de (0,5%) das quotas do Fundo de Participação dos Municípios e o aporte dobrado de recurso por parte do Governo do Estado, vai proporcionar ganhos substanciais para a resolução da destinação dos resíduos e consequentemente o fim dos lixões, não apenas em nosso município, como também nas demais cidades”, comentou o prefeito lembrando que juntas, a população dos 13 municípios detém quase 40% do PIB do Maranhão.

Sidrack lembrou ainda que apesar de receber uma herança negativa em todas as áreas da administração pública, fruto da gestão passada, desde os primeiros dias de sua atual gestão, vem somando esforços no sentido de minimizar os problemas causados a população em razão do lixão. 

“Não é concebível uma cidade turística como Morros ainda conviver com a falta de destinação correta para os resíduos sólidos do município. Como primeira medida desde que assumimos, deslocamos o lixão que anteriormente era localizado em área urbana para uma região mais isolada; destinamos um caminhão com compactador para a regularização da coleta do lixo além da permanente limpeza da cidade. Se Deus quiser, com o avanço nas tratativas, vamos conseguir extirpar de uma vez, o problema do nosso município”, finalizou.  

O Fundo Metropolitano aprovado por unanimidade pelos municípios, tem como objetivo, o financiamento da implantação de programas e projetos estruturantes e a realização de investimentos relacionados a funções públicas de interesse comum na Região Metropolitana da Grande São Luís