terça-feira, 20 de março de 2018

Duarte Júnior é denunciado à Justiça acusado de utilizar governo para se promover


No afã de tentar promover a sua imagem, e desta forma turbinar a sua pré-candidatura à Assembleia Legislativa do Maranhão, o presidente do Procon e do Viva Cidadão, Duarte Júnior (PC do B), foi acionado judicialmente pelo advogado Thiago Brhanner.
Brhanner ingressou na Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís com uma ação popular, com pedido de liminar, solicitando que a Justiça puna Duarte Júnior pela prática de promoção pessoal utilizando a estrutura do governo do estado para tal fim.
O advogado baseou a denúncia em matéria publicada pela Revista Deluxe que, de acordo com ele, apresenta teor claro de auto promoção do pré-candidato.
Também citou a utilização das redes sociais, com publicações impulsionadas e pagas, para realçar a sua imagem de gestor público e, desta forma, obter dividendos políticos que o ajude na empreitada de conseguir chegar ao parlamento estadual.
Thiago Brhanner requereu que seja determinado ao presidente do Procon/Viva que se abstenha divulgar anúncios, propagandas, posts, links ou algo similar associados ao Estado do Maranhão ou a qualquer órgão público estadual; oficializar a Revista Deluxe para que apresente nota fiscal ou documento equivalente referente a matéria sobre Duarte Júnior; e oficiar o Facebook, para que apresente notas fiscais ou documento equivalente dos posts patrocinados da página do chefe do Procon maranhense.
A denúncia foi feita ao MP da Comarca de Rosário pelo deputado federal Hildo Rocha (MDB).
Ele apontou o fato do comunista ter levado vários funcionários do órgão que comanda para a inauguração de um trecho da BR – 135 durante pleno expediente de trabalho.
Até o momento, Duarte Júnior não se manifestou sobre as duas denúncias.