sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Eleições 2018: Braide deixa claro que entrará na disputa pelo governo do Maranhão

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) resolveu colocar de lado as especulações acerca do seu futuro político e deixou claro que pretende mesmo enfrentar o governador Flávio Dino (PC do B) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) na disputa de outubro pelo comando do Palácio dos Leões.
Figurando como terceiro colocado na mais recente pesquisa de intenção de votos divulgada ontem (reveja), Braide, durante entrevista concedida ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora FM, confirmou que está em pleno processo de articulação com diversos agentes da classe política no sentido de estabelecer um leque de alianças que dê sustentação ao seu projeto.
“Uma candidatura de governador não depende só do candidato. Depende muito mais, primeiro, das bênçãos de Deus, da vontade do povo, de um leque de alianças partidárias. Estou conversando com vários políticos e pré-candidatos envolvidos no processo. Se realmente eu tiver um leque de alianças partidárias consistente; tiver o sentimento popular que vem sendo demonstrado por meio das pesquisas eleitorais; é claro que tenho toda coragem e determinação; e mais do que isso, tenho toda coragem e determinação para mostrar que o Maranhão pode ser muito melhor”, disse.
Eduardo Braide ratificou que não tentará renovar, pela segunda vez, o mandato na Assembleia Legislativa.
Ele também afirmou que pretende permanecer no PMN e representar a sigla na corrida governamental.
“Vamos continuar no PMN e construir um leque de alianças com outros partidos que tenham maior tempo de televisão e tenham maior capilaridade no estado. Não disputarei à reeleição para deputado estadual. Essa decisão já está tomada. Acho que agora é hora de partir para outros voos, vamos dizer assim”.