terça-feira, 30 de janeiro de 2018

O duro recado de Luciano Genésio a Flávio Dino

O prefeito Luciano Genésio (Avante), do município de Pinheiro, mandou um duro e direto recado ao governador Flávio Dino (PC do B).
Em entrevista a uma emissora de rádio neste último fim de semana, Genésio revelou que o ex-deputado Penaldon Jorge, nomeado pelo comunista para comandar a superintendência de Articulação Política da Baixada Maranhense, está promovendo um verdadeiro clima de desarmonia, perseguindo e criticando aliados do governador, dentre eles o próprio prefeito de Pinheiro.
“Tem que se tomar uma decisão. Uma decisão em relação a Pinheiro, em relação a Baixada Maranhense. A eleição de governo é uma eleição dura, onde tem quatro e cinco candidatos e que provavelmente terá segundo turno. O Flávio tem que saber quem ajuda e quem atrapalha. O ex-deputado Penaldon Jorge, ex-prefeito de Presidente Sarney, está atrapalhando o governo do estado aqui na Baixada. Eu converso com vários prefeitos dos municípios vizinhos e todos são unânimes…com esse rapaz, Luciano, a gente só quer mesmo apertar a mão. Negócio e articulação política nós estamos fora”, afirmou.
Penaldon é marido da atual prefeita da cidade de Presidente Sarney, Valéria Castro, do PC do B.
E ao que parece, vem jogando o jogo da oposição, o que beneficia, inclusive, o ex-prefeito Filuca Mendes (MDB), aliado histórico do grupo Sarney em Pinheiro.
De acordo com Luciano Genésio, o auxiliar de Flávio Dino, ao invés de utilizar o cargo para verdadeiramente promover a articulação e integração dos municípios com o governo, vem perseguindo e atacando os aliados do governador em alguns veículos de comunicação, por exemplo.
“Ele usa uma rádio e uma televisão para me bater. Ele vem para televisão, late, late e late…eu sempre digo que cachorro que late não morde. E eu não tenho medo. Se tá achando que vai para uma rádio querer me intimidar, ninguém me intimida. Nem Sarney conseguiu me intimidar”.