terça-feira, 30 de janeiro de 2018

MAIS IRREGULARIDADES: “No concurso da PM, candidato fez a prova e consta como se nunca tivesse feito”, denuncia deputado Wellington



O deputado estadual progressista Wellington do Curso denunciou mais irregularidades no concurso da Polícia Militar do Maranhão. Os candidatos procuraram Wellington e mostraram provas que mostraram a desorganização do certame. Dessa vez, há até candidato que fez a prova e consta como se nunca tivesse sido inscrito.
Um exemplo é o candidato Gabriel Pereira de Oliveira, com número de inscrição n101549-12, que realizou a prova da PM, mas ao acessar a página para conferir a pontuação consta como se nunca nem tivesse sido inscrito (fatos devidamente comprovados).

“Eu não sei porque fizeram isso. Eu estudei, fiz uma boa prova e tirei uma boa pontuação. Agora, nem inscrito eu estou? Que palhaçada é essa? Deram a minha vaga pra quem?”, desabafou Gabriel.

Sobre a questão, Wellington cobrou uma resposta imediata do Governo e solicitou que o Ministério Público desempenhe suas atribuições e aja diante de tantas irregularidades e arbitrariedades encontradas nesse concurso.

“Por que até agora nada foi feito? O Governador permanece calado e omisso. Agindo como se isso aqui fosse uma ditadura: o líder manda e os demais apenas obedecem. Governador Flávio Dino, a população maranhense não pode ser desrespeitada dessa forma. Irregularidades é o que não faltam nesse concurso. Deixo aqui o apelo de centenas de maranhenses. Não estão pedindo favor. Estão apenas querendo que o concurso seja encarado com a seriedade que é devida”, disse o professor e deputado Wellington.