quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Wellington repudia veto da base de Flávio Dino a moção de aplauso à PF por combate à corrupção na Saúde


Wellingon classificou como repugnante articulação governista contra moção de aplausos à PF
“Acredito na imparcialidade da Polícia Federal e defendo o combate à corrupção”. Foi partindo dessa afirmativa que o deputado estadual Wellington do Curso (PP) defendeu e apresentou moção de aplausos à superintendente da Polícia Federal do Maranhão, delegada Cassandra Parazi, pela condução dos trabalhos da Operação Pegadores. Na opinião de Wellington, por articulação do governador Flávio Dino, no entanto, os parlamentares da base governista da Assembleia Legislativa impediram a aprovação e, consequentemente, a homenagem à PF.
Ao ver a articulação por parte do Governo do Estado contrária à mensagem de aplausos à Polícia Federal pelo trabalho de combate à corrupção na Saúde do Maranhão, o deputado Wellington disse repugnar tal comportamento e reafirmou o seu posicionamento.
“Eu não entendo a razão para se impedir que a Assembleia Legislativa reconheça a importância do trabalho de investigação que tem sido desenvolvido pela Polícia Federal. Por que? Seria, por um acaso, porque tem pessoas da Secretaria de Saúde do Estado envolvidas no desvio de mais de R$ 18 milhões que seriam destinados a saúde? Só por que tem aliados ao Governador? Só por que a Polícia Federal está investigando aliados ela não merece reconhecimento pelo brilhante trabalho que está sendo desenvolvido? Eu acredito na imparcialidade da Polícia Federal e defendo o combate à corrupção. Essa ‘rejeição’ da moção de aplausos não impede que eu deixe claro as minhas felicitações a quem, assim como eu, não concorda com essa política suja que tem feito com que pessoas padeçam em filas a procura de atendimento”, disse Wellington.
A operação da Polícia Federal tem investigado desvios de mais de R$ 18 milhões do Fundo Nacional de Saúde (FNS) no Governo do Estado do Maranhão.