quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Marcial justifica voto contrário à empréstimo que será contraído pela prefeitura


O líder do PEN na Câmara Municipal de São Luís, vereador Marcial Lima, disse que não votou favorável à solicitação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), por um empréstimo de R$ 240 milhões, por não ter sido especificado no projeto do Executivo o real objetivo do montante milionário e para onde vai tanto dinheiro, em época de pré-campanha eleitoral.
A proposta foi votada no Legislativo na sexta-feira passada, 22.
Além de Marcial Lima, também votaram contra a matéria os vereadores Estevão Aragão (PSB) e Bárbara Soeiro (PSC). A solicitação de empréstimo da prefeitura é com a Caixa Econômica Federal, no âmbito do programa de financiamento Finisa, que seria para promover asfaltamento em diversos bairros da capital maranhense.
No entanto, Marcial Lima alega que não há transparência no projeto, pois não informa detalhadamente quais bairros da cidade serão beneficiados.
“Temos vários bairros em São Luís que carecem de asfalto e o projeto não especifica quais serão beneficiados. Por isso, não votei favorável à matéria e parabenizo os vereadores Bárbara Soeiro e Estevão Aragão por não votarem favoráveis ao projeto”, declarou
Marcial Lima garante não ser contra o empréstimo, mas desde que seja informado no projeto encaminhado à Câmara quais os locais da cidade que serão contemplados e quanto será gasto.
“Estamos em ano pré-eleitoral e a gente já viu esse filme antes”, alertou o vereador.