sábado, 11 de novembro de 2017

Nota de Repúdio



Diretora do campus Lucimeire
A Direção-geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus São Luís – Maracanã repudia, veementemente, o episódio de racismo contra estudantes desta instituição ocorrido no Instituto Federal Fluminense (IFF)- Campus Campos Centro.
Uma delegação de quase 50 alunas e alunos seguiu para a cidade de Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro, para participarem do III Encontro Nacional de Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Eneabi), evento que discute ações de combate ao preconceito e à intolerância racial.
Infelizmente, atos como os que aconteceram no IFF, conduzidos por estudantes, repetem-se cotidianamente pelas ruas do país, não deixando de escapar, inclusive, do território sagrado das instituições de educação.
Episódios assim reafirmam o quanto é necessária a luta empreendida pelo Neabi, do qual fazem parte nossos alunos e alunas que sofreram discriminação. A nossa comunidade acadêmica, que promove constantes momentos de reflexão e atuação sobre o racismo, manifesta total apoio ao posicionamento da nossa delegação, que não se intimidou e tornou público o ato criminoso ali ocorrido.
Toda e qualquer prática desta natureza, cometida contra qualquer aluno ou servidor deste campus, será considerada uma ofensa direta a esta Instituição. Estão de parabéns nossos estudantes e servidores pela forma com que conduziram este inaceitável episódio, pois, ao tempo em que fizeram a resistência, utilizaram o diálogo como caminho pedagógico.
Lucimeire de Amorim Castro
Diretora-geral do IFMA – Campus São Luís – Maracanã
Confira aqui a Nota de Repúdio do Instituto Federal do Maranhão