terça-feira, 31 de outubro de 2017

Roberto Rocha alega não ter votado para salvar Aécio Neves, mas pelo Senado



O senador maranhense Roberto Rocha (PSDB) foi questionado pelo internauta Pablo Fidel, em sua página no Facebook, sobre por que o parlamentar votou para salvar o mandato do senador mineiro Aécio Neves (PSDB), acusado de ter pedido e recebido propina de R$ 2 milhões para os irmãos Wesley e Joesley Batista da JBS, alegando que era para sua defesa pessoal.

Em sua resposta, Rocha afirmou que não votou em nenhum momento para salvar a pele do colega de ninho tucano, mas sim para salvar a instituição e a imagem do Senado da República. 

"Pablo, não votei para salvar Aécio. De igual modo não votei para salvar Delcídio. Nestes dois casos não estava em discussão o juízo de valor da conduta do senador, mas do Senado".

Roberto Rocha, que é recém-filiado ao PSDB, é pré-candidato ao governo do Maranhão, em 2018.