quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Atuação em São Luís faz Câmara conceder título a Vinícius Nagem




Contribuições como comunicador de rádio e televisão no Maranhão, advogado da então estatal Cemar, subsecretário de Comunicação da Prefeitura de São Luís no final da década de 1990, assessor da Câmara de Vereadores da capital, ex-professor do Ceuma, coautor de livros em marketing e desenvolvimento sustentável, dentre outras, justificaram a concessão de título de cidadania a Júlio Vinícius Nagem, nesta segunda-feira, 16, pela Câmara de Vereadores.
A proposta de concessão, feita pelo vereador Isaías Pereirinha (PSL),  foi aprovada pela unanimidade. O agraciado nasceu em Niterói, Rio de Janeiro, e residiu em São Luís por pelo menos 20 anos, hoje estando radicado em Curitiba, Paraná, onde é presidente da Comissão de Licitação da Fundação Araucária, e ainda aproveita tempo para se doutorar em Ciências Sociais, pela Unisinos/Unioeste. 

Ao justificar a concessão do título, o vereador Pereirinha, além de citar esses méritos acadêmicos e profissionais, ressaltou que o homenageado é pessoa íntegra, sábia e vitoriosa profissionalmente.
“A gente descreve esse mais novo filho de nossa terra como pessoa íntegra, inteligente, humilde, leal, trabalhador, generoso e amigo”, frisou.               
Pereirinha aproveitou sua fala para chamar a atenção ao fato de o homenageado ser descendente de libaneses que para o Maranhão migraram, cujos descendentes tiveram importante participação na economia, no futebol e na política.
Ele citou, por exemplo, César Aboud, tio de Vinícius, que foi um dos estruturadores da Fábrica Santa Isabel, alavancou o Moto Clube e, como deputado-presidente da Assembleia Legislativa, chegou a ocupar, por breve período, o cargo de governador do Maranhão, na década de 1950. Outro tio, citado pelo vereador com tendo também deixado marcas no Maranhão, foi William José Nagem, industrial que ocupou, por duas décadas, a vice-presidência da Federação das Indústrias do Maranhão e um dos acionistas majoritários da Rádio e TV Difusora no final da década de 1980 e início da de 1990.
Ao usar a tribuna, o homenageado agradeceu a iniciativa do vereador Pereirinha, ressaltou que ser declarado filho de São Luís lhe dá grande satisfação em razão de ser a terra de seus familiares e pelos laços afetivos que estabeleceu, formando sólido círculo de amizades, além de interagir com vários segmentos sociais da capital através do rádio e da televisão, como advogado, professor e em campanhas publicitárias de políticos. Ao final, Vinícius declarou que, a partir de agora, com o título de cidadania ludovicense conquistado, sente que seus laços para com São Luís serão mais fortes.
Acompanharam Vinicius Nagem à sessão como convidados especiais seu pai, Júlio César Nagem, a tia Magnólia Nagem, o tio Mario Rezende, os primos Paulo Nagem, Vitória Nagem e Sylvia Nagem Frota; Eduardo Jorge Heluy Nicolau, corregedor do Ministério Público Estadual, Luiz Augusto Guterres, conselheiro federal da OAB; os amigos Evandro Bessa, Sérgio Tamer, José Flávio Cardoso, Valmir Seguins, Arlete Pontes, dentre outros.