quarta-feira, 6 de setembro de 2017

“O Rio Tocantins pede socorro”, diz deputado Wellington ao apontar possíveis soluções durante audiência em Imperatriz



Na manhã desta quarta-feira (06), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer referência à audiência pública que abordou a situação do Rio Tocantins. Entre outros pontos, abordou-se o baixo nível d’água, o despejo direto de esgoto nas águas do Rio Tocantins, entre outras medidas.

A audiência foi uma iniciativa da Comissão de Meio Ambiente e contou com a presença do deputado presidente da Comissão, Léo Cunha (PSC), do diretor da Caema, Rafael Hering, do promotor de justiça, Jadilson Cerqueira, além de vereadores, professores, técnicos e especialistas.

“Realizamos uma visita de inspeção ao Rio Tocantins. Visitamos alguns riachos e comprovamos o esgoto sendo jogado direto, sem qualquer tratamento. Ouvimos relatos de biólogos e especialistas, o que nos permitiu apontar alguns encaminhamentos. Nosso papel é apontar soluções e cobraremos que sejam implantados sim. O Rio Tocantins pede socorro!”, disse Wellington.

Entre os encaminhamentos, estão a realização do mapeamento dos principais afluentes do Rio Tocantins e sua permanente proteção; a cobrança articulada de todos os municípios que envolvem a bacia do Rio Tocantins; monitoramento e fiscalização dos pontos de captação (consumo humano, fins agropecuários e industriais); articulação de um estudo planejado de recursos hídricos por parte do Governo do Estado, de forma sistemática e não isolada; efetivação da rede de canalização de esgoto;  solicitação do relatório da Caema quanto às atividades desenvolvidas pelas 04 ETE’s e respectivos riachos vinculados, entre outras propostas.