terça-feira, 6 de junho de 2017

Marcial Lima alerta que quebradeira na saúde agrava atendimento à população

Marcial quer discutir solução para cortes na saúde
O líder do PEN na Câmara Municipal, vereador Marcial Lima, usou a tribuna, nesta segunda-feira, 5, para chamar a atenção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) para a quebradeira no sistema de saúde pública da capital maranhense. Para ele, é preciso maior atenção da gestão para um assunto de natureza gravíssima.
Segundo o parlamentar, a crise se agravou ainda mais com a determinação da própria Prefeitura de um corte de mais de R$ 2 milhões no orçamento do setor, o que vem gerando demissões de médicos e demais servidores, além do péssimo atendimento nas unidades hospitalares e enorme insatisfação da população.
“É preocupante o que está acontecendo com a saúde de São Luís e isso pode ocasionar uma procura ainda maior nos hospitais de emergência, os Socorrões I e II. Tudo porque as pequenas unidades de saúde, os Socorrinhos, estão sem médicos para o atendimento. Moradores do São Francisco, São Bernardo, Bequimão e Cohatrac estão reclamando da falta de profissionais nos Socorrinhos. Precisamos, então, ouvir a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, em audiência pública, para saber o que está acontecendo”, observou Marcial Lima.
Ele ressaltou ainda que as pessoas também estão procurando as Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e não estão encontrando atendimento adequado e, nesse caso, como é de responsabilidade do Governo do Estado, deve ser convidado o secretario estadual de Saúde, Carlos Lula, para tratar do assunto.
“Esta Câmara precisa discutir uma saída para este problema e, portanto, ouvir os dois secretários. Não para macular a imagem de ninguém, mas sim para discutir o assunto de forma séria e encontrarmos uma solução para o impasse”.