terça-feira, 6 de junho de 2017

Bumba-meu-boi é destaque em sessão da Câmara Federal


Sob o comando do deputado maranhense Hildo Rocha, Parlamento homenageia símbolo da cultura maranhense, em evento que teve a participação também do ex-vereador Fábio Câmara, autor de contundente discurso.
O bumba-meu-boi maranhense foi homenageado na manhã desta segunda-feira, 5, em sessão solene na Câmara dos Deputados.
A sessão teve o comando do deputado maranhense Hildo Rocha (PMDB), que destacou a importância desta manifestação cultural para o país.
– Um bumba-meu-boi é uma das mais ricas manifestações culturais do Brasil. A riqueza e a beleza desta dança põde ser vista no plenário da Câmara – destacou Rocha.
O ex-vereador Fábio Câmara (PMDB) também participou da sessão solene, em que discursou
– O bumba-meu-boi, de Mestre Apolônio, da Maioba, de Iguaíba, da Pindoba, de Ribamar, de Pindaré, de Axixá, de Morros, de Maracanã, de costa de mão, de orquestra, de zabumba e de matraca (bater as matracas) representa quem somos, no que cremos e do que gostamos e valorizamos. Mãe Catirina e Pai Francisco. Família. E há alguém aqui que conheça instituição maior ou mais importante que essa? E hoje, mais do que em qualquer outro tempo, a nossa sociedade precisa resgatar os valores da célula familiar. Mãe Catirina fica grávida e deseja comer a língua do boi premiado. Pai Francisco, num gesto de sacrifício, dá a Catirina uma prova de amor. Há aqui alguém que possa falar de um sentimento maior e mais sublime do que esse, o amor? – discursou Câmara, destacando a história do bumba-meu-boi.
Hildo Rocha lembrou que no Maranhão o evento é reconhecido como patrimônio cultural.
– Desde 2011, o Bumba Meu Boi é certificado como patrimônio pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional. Para o nosso povo isso é uma honra, por ser a festa mais marcante da cultura regional maranhense – disse.
Coautor do requerimento de homenagem, o deputado Cléber Verde (PRB) também participou da sessão solene.